15 de agosto: um dia dedicado à Nossa Senhora

Neste sábado (15) a Igreja celebra a solenidade da Assunção de Nossa Senhora que é Dogma de Fé, também conhecido como verdade doutrinal, por sua relação com o mistério da salvação. Nesta data comemora-se o triunfo da Virgem Maria não apenas por sua elevação ao céu, mas por sua “celeste glorificação semelhante à do seu filho Jesus Cristo”. Essa definição foi dada pelo Papa Papa Pio Xll, em 1º de novembro de 1950 por meio da Constituição “Munificentissimus Deus”.

 

Na Arquidiocese de Vitória, três paróquias estão em festa nesse final de semana e tem ligação com este dia tão importante: Paróquia de Nossa Senhora da Assunção, administrada pelos Jesuítas, em Anchieta; Paróquia Nossa Senhora da Glória, em Vila Velha e Paróquia Nossa Senhora da Esperança, no município de Serra.

 

Em Anchieta a data de hoje é ainda mais significativa e especial: faz 430 anos que São José de Anchieta dedicou à Nossa Senhora da Assunção a Igreja Matriz, localizada na cidade e que faz parte do conjunto arquitetônico do Santuário Nacional de São José de Anchieta. Ao fazer a dedicação do templo, em 15 de agosto de 1590, o santo escreveu o Auto da Assunção, uma peça teatral em Tupi para recepção da imagem de Nossa Senhora da Assunção que veio de Portugal.

 

Padre José Celso Santos, Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Assunção, reforça a profunda ligação de São José de Anchieta com a mãe de Jesus: “Está na oração de São José de Anchieta: o Apóstolo do Brasil e poeta da Virgem Maria. Ele que escreveu o Poema à Virgem Maria com quase 6 mil versos. Então ele tem uma devoção fantástica a Nossa Senhora e ninguém escreveu tanto sobre Nossa Senhora no mundo quanto José de Anchieta.”

 

Para a comemoração dessa festa foi realizada uma novena nos últimos dias. Hoje, às 17h, acontece uma carreata com os estandartes das comunidades e a imagem de Nossa Senhora da Assunção pelas ruas da cidade de Anchieta. Padre Celso destaca que o objetivo é lembrar a todos que São José de Anchieta invocou a mãe de Deus para proteger as terras do Espírito Santo. Às 19h será celebrada a missa da Vigília que será transmitida pelas redes sociais: https://www.facebook.com/santuariodeanchieta/) (https://www.facebook.com/nsassuncaoanchieta/) e (https://www.youtube.com/channel/UCvvGHO8YR0jUxtd_gkDDiRg/featured)

 

Nossa Senhora da Glória

 

A Paróquia Nossa Senhora da Glória, localizada em Vila Velha, foi fundada há 21 anos e possui 7 comunidades. Desde outubro de 2018 o pároco que a administra é padre Alexandro Firmino Barbosa – conhecido como padre Sandro. Ele explica que vários lugares celebram o dia de hoje com títulos diferentes, porém o foco é Nossa Senhora da Assunção.

 

Segundo padre Sandro, a tradição de Igreja reza que Nossa Senhora sofreu ação de dormição e depois que ela foi guardada no túmulo, São Tomé que estava ausente e não conseguiu se despedir, pediu para vê-la e receber uma última benção. Ao abrir o túmulo constatou que o corpo dela já não estava mais lá. A partir desse acontecimento a Igreja também celebra Nossa Senhora da Glória:

 

“Por este motivo que é glória: assim que ela foi assumida no céu, foi colocada, elevada, Maria foi glorificada. Ela assume o lugar pleno da mãe de Deus, aquela que é coroada no céu como a rainha dos anjos, dos santos e de todos os homens e mulheres. É muito poderosa a nossa mãe”.

 

O presbítero ressalta que apesar do dia da solenidade ser dia 15, a Igreja permite a transferência de solenidades para o domingo e é dessa forma que será celebrado em sua paróquia. Hoje se encerra a novena com a Santa Missa, às 18h15 e amanhã dia 16, acontece a missa e coroação de Nossa Senhora às 10h. Às 12h será realizado um almoço drive thru e a partir das 16h a Imagem de Nossa Senhora da Glória sairá em carreata por todas as comunidades.

 

A Igreja Matriz está aberta e de acordo com padre Sandro, cumprindo as normas de distanciamento social exigidas pela pandemia: cada pessoa que chega ocupa um espaço que já está demarcado. A temperatura é medida na entrada do templo e o fiel higieniza as mãos e assume seu lugar. Uma equipe vai direcionando para não ultrapassar o limite de pessoas. Mas para quem quiser acompanhar de casa será feita a transmissão pelas redes sociais da paróquia: Facebook  (https://www.facebook.com/ParoquiaNossaSenhoradaGloriaVV/) Youtube: https://www.youtube.com/pnsgloriavv e Instagram: @pnsgloriavv.

 

Padre Sandro enfatiza que além da devoção demonstrada, na festa de um padroeiro é importante reforçar a transformação que esse momento causa:  “Em um tempo em que o mundo, o sistema capitalista, do consumismo tem trazido muitas pessoas para o egocentrismo, a Igreja não pode se deixar atingir por esse ruído. Então a festa do padroeiro paroquial é uma celebração de todas as comunidades, um momento de se unirem e celebrarem juntas a comunhão. É uma festa de todo o povo. Aqui nós também temos o tema ‘comunidades unidas formam uma paróquia forte’.”

 

Nossa Senhora da Esperança

 

No bairro Cidade Continental, na Serra, a Paróquia Nossa Senhora da Esperança, fundada em 2017, também celebra neste dia 15 de agosto a festa de sua padroeira. O pároco, padre Benjamin Boro Nama explica esse título da Virgem Maria:

 

“Vemos Nossa Senhora como esperança. Porque sempre nossa esperança é o próprio de Jesus. Nossa Senhora foi elevada aos céus para estar junto com o Senhor Jesus e isso é a finalidade de todos os seguidores do senhor. Jesus quer compartilhar com todos os seus seguidores e discípulos sua vida gloriosa. E a melhor discípula para garantir essa vida gloriosa com Jesus é sua própria mãe”.

 

Nas comemorações da padroeira, hoje às 17h30, acontece a oração do terço e às 18h será celebrada a missa de encerramento da festa na Igreja Matriz. Segundo padre Benjamin devido as limitações causadas pela pandemia de Covid-19 o número de fiéis dentro da Igreja será limitado a cerca de 30 pessoas, mas todos os fiéis poderão acompanhar a transmissão da solenidade pelo Facebook da Paróquia: (https://www.facebook.com/pnossasenhoradaesperanca/)

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
segunda-feira 5 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Segundo Dia Oitavário
terça-feira 6 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Terceiro Dia Oitavário
quarta-feira 7 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Quarto Dia Oitavário
quinta-feira 8 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Quinto Dia Oitavário
sexta-feira 9 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Sexto Dia Oitavário
sábado 10 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Sétimo Dia Oitavário
domingo 11 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Oitavo Dia Oitavário
Nenhum evento encontrado!