Arautos do Evangelho, missionários marianos

26 agosto, 2020

Se você já se deparou com um grupo de rapazes e moças vestidos com trajes que lembram militares medievais, seja qual tenha sido sua reação, saiba que por trás dessas vestes existe um significado. Nesta semana que é dedicada aos leigos na Igreja vamos conhecer um pouco mais sobre os Arautos do Evangelho.

Os Arautos do Evangelho estão, na estrutura da Arquidiocese de Vitória, dentro da Comissão do Laicato. O motivo é, que mesmo tendo entre seus membros um ramo sacerdotal (Sociedade de Vida Apostólica Virgo Flos Carmeli), é uma Associação de Leigos de Direito Pontifício.

Mas, por que vestes lembrando os tempos medievais? Hábito longo, escapulário com uma cruz vermelha e branca, botas de cano alto e uma corrente com o terço dependurado.

“O hábito é uma forma de se revestir com a vestimenta que representa a consagração de seus membros à Igreja no seio da Associação. Expressa o carisma da Associação pelo simbolismo nele contido”, disse Pe. Cristian Bitencourt, Diretor da Comunidade dos Arautos em Cariacica, que acrescentou sobre a reação das pessoas, principalmente os jovens: “alguns se encantam outros não compreendem”.

Mas quem são os Arautos, quando surgiram, o que se propõem? “Os Arautos do Evangelho são uma Associação Internacional de Fiéis de Direito Pontifício, a primeira a ser erigida pela Santa Sé no terceiro milênio, o que ocorreu por ocasião da festa litúrgica da Cátedra de São Pedro em 22 de fevereiro de 2001”.

Composta predominantemente por jovens, a Associação Arautos do Evangelho está presente em 78 países. Seus membros de vida consagrada praticam o celibato, e dedicam-se integralmente ao apostolado, vivendo em casas destinadas especificamente para rapazes ou para moças, os quais alternam a vida de recolhimento, estudo e oração com atividades de evangelização nas dioceses e paróquias, dando especial ênfase à formação da juventude.

Embora não professem votos e conservem-se no estado leigo – exceção feita de alguns que abraçam as vias do sacerdócio – os Arautos do Evangelho procuram praticar em toda a sua pureza fascinante os conselhos evangélicos.

Vivem normalmente em comunidade (masculinas ou femininas), num ambiente de caridade fraterna e disciplina. Em suas casas fomenta-se uma intensa vida de oração e estudo, seguindo-se a sapiencial diretriz do Papa João Paulo II: “A formação dos fiéis leigos tem como objetivo fundamental a descoberta cada vez mais clara da própria vocação e a disponibilidade cada vez maior para vivê-la no cumprimento da própria missão” (Christifidelis Laici, 58).

Entre os membros existem quatro categorias: os que vivem em comunidade são chamados de Associados. Os que vivem com suas famílias são chamados de Cooperadores. Aqueles que de alguma forma prestam ou prestaram serviços relevantes à Associação, ganham o título de Honorários. Os que vivem a espiritualidade da Associação e participam de algumas atividades são chamados de Solidários. 

Os Arautos do Evangelho na Arquidiocese de Vitória

A Comunidade fica no município de Cariacica e ali habitam alguns, os que optaram pela vida comunitária e é também o local de encontro para todos os membros sejam Associados, Cooperadores, Honorários ou Solidários. São dois padres, 65 Cooperadores, vários Honorários e Solidários (número não confirmado, mas que deve ultrapassar mil), segundo padre Cristian.

No âmbito da missão a cada ano os Arautos do Evangelho montam um presépio artístico, conhecido como Presépio Som, Luz e Movimento, visando evangelizar principalmente crianças, adolescentes e jovens da catequese. O presépio que narra de forma breve a história da vida de Jesus e insere uma característica local, fica aberto para visitação a partir do mês de outubro pata atingir escolas e catequese. As apresentações acontecem no final de semana. Para este ano por conta da pandemia o período de visitação e o modo da visita ainda não está definido.

Os Arautos também realizam missões marianas nas paróquias. Nelas fazem visitas a residências e estabelecimentos comerciais e realizam um censo paroquial que ajuda a paróquia e compreender sua realidade. Durante as missões os padres atendem confissões, implantam o Apostolado do Oratório que formam grupos de 30 famílias para receberem durante o mês a visita da capelinha de Nossa Senhora de Fátima e fazem a adoração ao Santíssimo Sacramento todos os dias da missão.

Além da missão mariana, os sacerdotes também auxiliam nas confissões e substituem os párocos quando solicitados. Outra atividade dos Arautos é a participação em procissões e/ou festividades das paróquias com o coral e a banda, visto que a música e o canto fazem parte da formação.

Na parte social os Arautos têm o “Fundo Misericórdia” que é utilizado em projetos que necessitam de apoio e já ajudou a Associação Lar Frei Aurélio Stulzer, em Vila Velha e a Fundação Rômulo Balestrero, Associação e Comunidade Terapêutica Miguel Arcanjo (AMAR) e Associação Mensageiros da Boa Nova, em Cariacica

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

quinta-feira 29 julho
sábado 31 julho
domingo 1 agosto
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por