Dedicação, Fé e Devoção

26 junho, 2021

Dedicação, Fé e Devoção

A fé ajuda as pessoas a seguirem em frente apesar das dificuldades que se
encontra na vida as pessoas buscam através da religião e da fé se
aproximarem de Deus.

A igreja existe há mais de dois mil anos e por muitos séculos a igreja católica,
era uma das únicas existentes, liderada pelo império romano atraia milhões de
fiéis. Em 1517, no entanto Martinho Lutero querendo a reforma da igreja, se
afastou do catolicismo formando uma nova igreja na Alemanha, logo após,
varias igrejas começaram a se formar.

As religiões surgiram, para que as pessoas pudessem ter alguém para quem
apelar nas horas difíceis. Para o médico e psicólogo Sergio Baumel, a
diversidade de religiões é algo histórico, hoje a diversidade de religiões é algo
que impressiona. Para algumas pessoas essa diversidade pode confundir, mas
para outros é algo que pode nos aproximar de Deus.

Para Sérgio, a fé realmente influencia no comportamento das pessoas, tanto
para as coisas boas quanto para as coisas ruins. Segundo ele, as pessoas
interpretam de diferentes maneiras os livros sagrados e acabam por vezes,
usando as escrituras para pregar para as pessoas, mas também infelizmente
podem ser usadas para fazer o mal.

Contudo muitas pessoas diante das dificuldades da vida, buscam na religião se
aproximar de Deus. Sacerdote há 10 anos, Davidson Castro fala que a fé é um
remédio para a vida das pessoas “nós somos corpo e alma, quando o corpo
fica doente a alma também fica doente”. Para ele, ter Deus na vida sempre
será um remédio para que possamos superar as dificuldades.

As crises de fé acontecem por algo muito significativo na vida de uma pessoa,
que coloca em dúvida suas crenças. Para o pastor Alécio, muitas vezes as
pessoas não entendem que podem buscar a Deus, e que a fé não pode ser
exercida só para nos satisfazer. Contudo, quando as dificuldades chegam,
essas pessoas entendem que há um Deus que pode acalmar as tempestades.

Para os fiéis, a religião ajuda a seguir a vida, é o caso da dona de casa Luciane
Grhiazi que serve no serviço de diaconisa na igreja batista. Para ela a religião é
favorável para ter uma comunhão com os irmãos e com Deus. Passando por
dificuldades e mesmo assim nunca deixando de acreditar, ela diz que sua fé
está em Jesus Cristo e não na religião.

Mesmo não seguindo mais a religião, a auxiliar de vendas Juçara da Silva,
ainda acredita. Sempre tendo a esperança de um mundo melhor, ela enfrentou
muitas batalhas como a morte de seu avô, onde sua devoção ajudou a superar
esse momento difícil que viveu. Mesmo acreditando, Juçara acabou tendo uma
crise de fé, que abalou suas estruturas e se distanciou de sua igreja.

Devota de Nossa Senhora Aparecida, a professora de educação física Luana
Lyrio, diz que “servir a Deus é uma forma de devolver tudo aquilo que ele nos
concedeu”. Ela relata que não teve crises de fé, mas que o período de sua
gravidez foi difícil devido à pandemia e tudo ser novo, e ali viu sua fé estremecida.

E completa dizendo que “às vezes precisa-se entregar as coisas
nas mãos de Deus e deixá-lo agir”.

Para o Teólogo e Doutor Onildo Sales, a crise vem determinando o fato
ocorrido, mas a solução está no crer. É necessário ter paz espiritual, pois a fé
não é um remédio químico para a alma e por isso, é preciso ter paz espiritual,
para poder enfrentar algumas dificuldades da vida. A crise de fé deixa a pessoa
mais forte e o convívio e respeito com o próximo hoje é a chave.

Autor: Julia Vitória Pereira Corrêa – Estudante de Jornalismo

 

 

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

quinta-feira 29 julho
sábado 31 julho
domingo 1 agosto
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por