História da Arquidiocese

Até 1895, a Igreja no Estado do Espírito Santo estava hierarquicamente vinculada à diocese de Niterói do Estado do Rio de Janeiro. 

A criação da primeira diocese aconteceu em 15 de novembro de 1895 através da Bula “Santíssimo Domino Nostro”, promulgada pelo Papa Leão XIII, com o nome de Diocese do Espírito Santo, abrangendo a extensão do próprio Estado. 

O primeiro bispo, Dom João Baptista Corrêa Nery, foi responsável pelo governo da diocese até 1901. Na sequência sucederam-lhe: Dom Fernando de Souza Monteiro (1901 a 1916); Dom Benedicto Paulo Alves de Souza (1918 a 1933); Dom Luiz Scortegagna (1933 a 1951); Dom José Joaquim Gonçalves (1951 a 1957); Dom João Batista da Mota e Albuquerque (1957 a 1958). 

Em 1958 a então diocese do Espírito Santo recebeu o título de Arquidiocese (Bula “Cum Territorium” do Papa Pio XII) e originou a criação das dioceses de Cachoeiro de Itapemirim e S. Mateus. 

Em 2008 a Arquidiocese de Vitória completou e festejou os 50 anos de criação (veja Revista comemorativa aqui).

 

Arcebispos, Arcebispos Coadjutores e Bispos Auxiliares:

  • 1958 a 1984 Arcebispo, D. João Batista da Mota e Albuquerque
  • 1966 a 1981 Bispo Auxiliar, D. Luis Gonzaga Fernandes
  • 1981 a 1984 Arcebispo Coadjutor, D. Silvestre Luíz Scandian
  • 1984 a 2004 Arcebispo, D. Silvestre Luíz Scandian
  • 1984 a 1990 Bispo Auxiliar, D. Geraldo Lyrio Rocha
  • 1994 a 1998 Bispo Auxiliar, D. João Braz de Aviz
  • 1999 a 2002 Bispo Auxiliar, D. Odilon Moreira Guimarães
  • 1999 a 2004 Bispo Auxiliar, D. Hélio Adelar Rubert
  • 2003 a 2004 Arcebispo Coadjutor, D. Luíz Mancilha Vilela
  • 2004 Arcebispo, D. Luíz Mancilha Vilela
  • 2006 a 2010 Bispo Auxiliar, D. Mário Marquez
  • 2011 Bispo Auxiliar, D. Rubens Sevilha
  • 2011 a 2015 Bispo Auxiliar, D. Joaquim Wladimir Lopes Dias

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por