A maldade é como penas jogadas ao vento

Leituras do dia: Ez 9, 1-7.10, 18-22 | Sl 113 | Mt 18, 15-20

A leitura do Livro do profeta Ezequiel e a do Evangelho apontam para o cuidado com o outro, mas não o cuidado com o fazer algo para o outro e sim o cuidado de se preocupar em não prejudicá-lo com palavras, fake news ou disseminando maldades. Dom Dario Campos, nosso arcebispo lembrou da história do penitente que foi se confessar e perguntou ao confessor qual a penitência. O confessor pediu penas de frango e subiu com ele no alto de uma torre e pediu que as soltasse. Quando o penitente feliz, achou que tinha cumprido a penitência, o confessor pediu que as recolhesse e mediante a impossibilidade disse-lhe: veja, quando você fala mal de alguém é isso que acontece: a maldade é espalhada e não dá para recolher.

Devemos sempre buscar o bem e procurar soluções para restabelecer a paz e a harmonia e o caminho é o diálogo, a escuta, ouvir a família, a comunidade. Hoje, disse dom Dario, “fazemos ao contrário, marcamos a pessoa e jogamos nas redes socais”. Mas, como diz o profeta Ezequiel, quem pratica o mal será eliminado pelas consequências do seu pecado.

Escute a homilia.

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por