São Tomé, o discípulo fiel e solidário

Na festa de São Tomé, que celebramos hoje, percebemos a alegria de pertencer à Igreja que tem como alicerce os apóstolos, entre eles Tomé, o discípulo fiel e solidário a Jesus.

É verdade que nos lembramos deste apóstolo, na maioria das vezes como aquele que não acredita, quando dizemos: parece Tomé, precisa ver para crer. Contudo, Tomé não é apenas aquele que duvida. A expressão de fé dele é uma das mais bonitas do Novo Testamento: meu Senhor e meu Deus! Esta foi a ideia principal exposta por dom Dario Campos, arcebispo de Vitória, na homilia de hoje.

Tomé foi um discípulo fiel e solidário quando disse que estava disposto a morrer com Jesus e quando provocou a resposta “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida”. Tomé foi, na verdade, um homem de fé.

É a fé que nos faz discípulos missionários, que nos faz ser Igreja em qualquer lugar que estejamos.

Dom Dario lembrou que muita gente está se queixando por não poder ir à igreja, e afirmou “a Igreja está dentro de você, onde você estiver rezando aí está a Igreja” e alertou “quando a dor toma conta de nós ela nos impede de perceber a alegria e muitos preferem ficar na dor, mas a fé nos faz caminhar com segurança”. Não devemos seguir o Tomé que duvidou, mas o Tomé que creditou e levou Jesus a dizer “bem-aventurados todos os que irão acreditar sem terem visto”. Por isso, não peçamos provas para acreditar em Jesus, tudo que nos cerca é sinal de Deus entre nós. 

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por