O lugar da reserva eucarística (O tabernáculo ou sacrário)

“Ninguém come essa carne sem antes a adorar(…) pecaríamos se não a adorássemos”

(Santo Agostinho)

O tabernáculo como lugar da presença do Senhor vivo, surge no segundo milênio da cristandade, ao se falar da presença permanente de Cristo pela transubstanciação do pão e do vinho. Essa consciência já estava presente na Idade Antiga, onde a eucaristia era venerada e conservada para os doentes. Abra-se, agora, uma nova dimensão da realidade cristã: a Eucaristia torna-se objeto de contemplação, oração e adoração, pessoal e comunitária. “Fora da celebração do memorial do Senhor, a Santa Eucaristia é objeto de culto como sacramento permanente”, diz o Dicionário de Liturgia.

A reforma litúrgica do Concílio Vaticano II reafirma essa verdade e o Missal Romano recomenda que “de acordo com a estrutura de cada igreja e os legítimos costumes locais, o Santíssimo Sacramento seja conservado num tabernáculo, colocado em lugar de honra na igreja, suficientemente decorado e que favoreça a oração.

Normalmente, o sacrário deve ser único, inamovível, não transparente, fechado de modo que se evite ao máximo o perigo de profanação”.

Ainda segundo o Missal, no altar em que se celebra a Missa não é conveniente que haja sacrário. A presença de Cristo na assembleia, no sacerdote, na Palavra, prepara o fiel para receber Cristo na Eucaristia. Assim, é preferível que o sacrário se localiza numa capela apropriada para adoração e oração dos fiéis, ligada com a igreja e visível, ou ainda, no presbitério, fora do altar da celebração, na forma e lugar mais adequados, caso não seja possível a capela.

Ao reservar um espaço para o sacrário, a Igreja proporciona aos fiéis condições para maior recolhimento e percepção do mistério que envolve a presença real de Cristo Eucarístico. O material e a localização do sacrário na igreja devem convidar o fiel a chegar mais perto deste mistério.

Raquel Tonini, membro da Comissão de Arte Sacra da Arquidiocese de Vitória
e Grupo de Reflexão do Setor Espaço Celebrativo da Comissão Litúrgica da CNBB
Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
segunda-feira 5 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Segundo Dia Oitavário
terça-feira 6 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Terceiro Dia Oitavário
quarta-feira 7 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Quarto Dia Oitavário
quinta-feira 8 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Quinto Dia Oitavário
sexta-feira 9 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Sexto Dia Oitavário
sábado 10 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Sétimo Dia Oitavário
domingo 11 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Oitavo Dia Oitavário
Nenhum evento encontrado!