ROMARIA DOS HOMENS 1958 — 66 ANOS — 2024

18 abril, 2024

— Celebramos os 66 Anos de existência da ROMARIA NOTURNA DOS HOMENS À Penha nesta Festa da Padroeira do Estado do Espírito Santo deste  2024.

— Iniciativa primeira de Dom José Joaquim Gonçalves, 5° Bispo da Diocese do Espírito Santo, que em datas precisas de abril/maio, a partir de 1955, reunia homens das Congregações Marianas, subindo, de dia, desde a Igreja do Rosário da Prainha/Vila Velha, até o Campinho do Convento da Penha, em especial no Domingo, véspera do Dia da Festa da Penha.   Evento concentrado em tempo diurno, portanto,  no âmbito e espaço entre a Igreja do Rosário e o Convento e Santuário da Penha.

— Já com Dom João Baptista da Motta e Albuquerque, 6° Bispo e 1° Arcebispo de Vitória do Espírito Santo, com nova e surpreendente inspiração, tornou a Romaria dos Homens  OFICIAL, ao implementá-la em maior dimensão e inédita extensão, desde a Catedral até o Convento e Santuário da Penha. Eram os idos do Ano de 1958, e por multiplicadas décadas a fio, saindo da Catedral, à meia-noite, sempre no sábado, às vésperas da querida Festa. Assim, Dom João Baptista o quis por se celebrar, naquele exato Ano as Comemorações do 4° Centenário da DEVOÇÃO a Nossa Senhora das Alegrias e Mãe da Penha1558-1958 — criando com original entusiasmo e efetiva definição a ROMARIA NOTURNA DOS HOMENS até hoje mantida como simbólico para todos os Homens como marca tradicional e referencial à devoção e à penitência em renovação e atualização de uma Nova Vida Pascal.  É  ROMARIA NOTURNA DOS HOMENS que sempre há de ser no desejo original e HOJE  sempre atual do saudoso Dom João Baptista da Motta e Albuquerque.

— A identidade única de  Romaria dos Homens não se deve perder. Não se há de dar nome a essa Romaria como Romaria das Famílias. Será sempre  Romaria dos Homens, para se destacar a participação em massa dos homens como tradição já há 66 Anos, com a providente aproximação dos homens, querida por Dom João Baptista, mais e mais, na Fé e na  integradora e sempre renovada experiência e pertença à Igreja.

— Chamou-se convencionalmente, incorreta, pretenciosa e  equivocadamente,  Romaria das Famílias desde 2006/2008 tolhendo o sentido próprio e já histórico dessa feliz Tradição por  influentes da Igreja, a se deixar perder em sentido, sem conhecimento de causa, e sem conhecerem a histórica e verdadeira Tradição da Romaria dos Homens, e que se tem de frisar, unicamente, como Romaria dos Homens  e não das Famílias.

—  As Famílias inteiras não estão impedidas de participarem na Romaria, caminhando também  desde a Catedral ao Parque da Prainha. Isso é bonito e expressivo!

— Mas, há que se guardar a identidade original e tradicional desses 66 Anos, e para mais e muito mais, de se chamar unicamente ROMARIA DOS HOMENS, tal como a  Romaria das Mulheres, desde a década de 1970,  para não se incorrer em DÚPLICES equívocos.

— Replique-se, por isso mesmo, como acentuação própria de uma Tradição já consagrada ao longo dessas inteiras décadas, a ROMARIA DOS HOMENS,  em especial a ser assim divulgada pelos Meios de Comunicação Sociais, tais como Religiosos, Privados e  Público.

A Romaria Noturna dos Homens, inscreve-se dentro do OITAVÁRIO DA PENHA,  próprio da Semana em  Oitava das Alegrias Pascais da Mãe Santa de Jesus, e não como Novena da Penha. São oito dias constituindo-se do OITAVÁRIO, culminando com o Grande Dia da Solene e Litúrgica Festa Mariana e Pascal.

Nossa Senhora da Penha e Mãe das Alegrias interceda a Deus Pai, junto de Seu Filho, por todos nós!

Padre Roberto Camillato, FMI  –  Religioso Pavoniano

Compartilhe:

VÍDEOS

segunda-feira 20 maio
terça-feira 21 maio
quarta-feira 22 maio
quinta-feira 23 maio
Nenhum evento encontrado!

Facebook