Solenidade da Anunciação do Senhor

25 março, 2022

Gabriel Torres | “ Para Deus nada é impossível” ( Lc 1 ,37) 

Hoje , assim como na solenidade de São José, a Santa Igreja  abre mais uma vez  um “parênteses” no tempo contemplativo  e meditativo da  quaresma, para, com muita alegria ,comemorar outra grande solenidade: a anunciação do arcanjo Gabriel feita à Santíssima Virgem , da encarnação de Nosso Senhor Jesus Cristo  em seu seio virginal.

O evangelho apresentado nesta solenidade é retirado do livro de São Lucas, ( Lc 1,26-38) , e tem como dois principais  personagens: o anjo Gabriel e a Virgem Maria. Dentre os três arcanjos, Miguel , Rafael e Gabriel, sabemos que  este último, sendo intitulado como o mensageiro de Deus, assume um grande papel nos desígnios de Deus para a salvação de seu povo, ficando com esta grande tarefa de anunciar à Maria, o Cristo que será concebido em seu  ventre virginal. Semelhantemente, cabe a nós também, como batizados, membros do corpo místico de Cristo, anunciar o Cristo a todas as criaturas, tal como o arcanjo, fazendo com que compreendam que Deus se fez carne , assumindo nossas fraquezas e dores, suportando  terríveis tormentos e desprezos , tornando-se semelhante a nós em tudo , exceto no pecado, para a remissão de nossos pecados, e   não apenas isso, mas também para que pudéssemos compreender e entender  este amor infinito, misericordioso e compassivo que Deus nos consagra e tem por cada um de nós que somos os seus filhos amados.

Ao entrar onde Maria se encontrava, o anjo profere a seguinte frase:  “ Alegra-te cheia de graça” (Lc 1,28). Nossa Senhora, desde seus primeiros instantes de vida, concebida no ventre de Santa Ana, sem a mancha do pecado original, isenta de qualquer culpa, imaculada, é repleta da graça de Deus, é cheia do amor de Deus, é cheia do temor de Deus, vive de acordo com a vontade de Deus. Assim como o coração Imaculado de Maria, também nós devemos buscar cada vez mais, possuir um coração isento de mancha, longe do pecado, menos egoísta, menos vaidoso, menos orgulhoso, recorrendo sempre aos sacramentos e a vida de oração, para que, desse modo, haja espaço dentro desse mesmo coração apenas para o amor, para a graça, para os dons de Deus. Dessa forma, agiremos sempre como a Virgem Maria, dispostos a fazer a vontade de Deus em nossas vidas com todo zelo e amor.

Por fim, assim como Maria que tem dúvidas de como a vontade de Deus se realizará em sua vida, perguntando ao anjo como acontecerá a concepção de Cristo em seu seio ( Lc 1 , 34) , também nós muitas vezes nos encontramos em uma mesma situação, indagando como a vontade de Deus pode ser feita em nossas ocupações cotidianas . Muitas vezes nos deparamos com certas dificuldades, que, a princípio, aos nossos olhos, parecem ser impossíveis de vencer, ou também com certos caminhos que Cristo quer que nós trilhemos e ao nosso ver, apresentam-se como impossíveis de continuar seguindo, e é nesse exato momento em que devemos ter uma fé inquebrantável no que o anjo profere a Nossa Senhora: “ para Deus nada é impossível” ( Lc 1 ,37) . E firmes nessa palavra, assim como a Senhora das Alegrias que pede que a vontade de Deus seja feita em sua vida ( Lc 1,38)  ,é necessário  nos colocarmos como servos na vinha do Senhor e, portanto, continuarmos a nos esforçar para fazer sempre a justíssima e amabilíssima vontade de Deus em nossa vidas.

 

Gabriel da Silva Torres

Seminarista do 1º ano de Filosofia.

Paróquia de origem: Nossa Senhora da Conceição, Centro, Guarapari- ES.

Paróquia de pastoral: Nossa Senhora da Conceição, Viana Sede- ES.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

segunda-feira 26 setembro
quinta-feira 29 setembro
sexta-feira 30 setembro
Nenhum evento encontrado!

Facebook