6º dia do Oitavário

22 abril, 2022

Este sexto dia do oitavário da Festa da Penha refletiu sobre a “Saúde do Planeta”, relembrando a importância de cada cristão cuidar da nossa casa comum. A imagem de Nossa Senhora da Penha foi levada ao altar pelos militares que fizeram a sua Romaria à padroeira do Espírito Santo no início tarde de hoje (22). A homenagem à Nossa Senhora foi feita pelos profissionais que defendem o meio ambiente que ofertaram mudas de plantas representando esse cuidado com a mãe terra, os bombeiros também participaram lembrando dos combates aos incêndios e as crianças representaram o sol, a lua, os animais e juntos à imagem de Nossa Senhora da Penha louvaram ao Deus criador cantando o cântico das criaturas.

Foto: Daniela Gomide

Encerrando a semana da participação das áreas pastorais da Arquidiocese de Vitória no oitavário, a área Vitória foi a responsável pela liturgia da missa que foi presidida por Padre Robson Lemos, pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Jucutuquara. A homilia foi feita pelo Frei Mário Aparecido, Administrador Paroquial da paróquia Santa Rita, da Praia do Canto. A Catedral de Vitória ficou responsável pela acolhida, a paróquia São Camilo de Lellis pela primeira leitura (At 4, 1-12), paróquia São José, de Maruípe, pelo Salmo (117) e as preces da comunidade pela paróquia São Francisco de Assis. O evangelho (Jo 21,1-14) foi proclamado pelo diácono Sandro da paróquia São José.

Na homilia frei Mário destacou que celebramos hoje o 6º dia do oitavário de Nossa Senhora da Penha preparando-nos para sua grande festa, e hoje a Virgem da Penha é a saúde dos enfermos: “De fato a ressurreição de Jesus inaugurou uma nova era na história da humanidade, ela restaurou a criação e criou uma nova sociedade. No começo ela criou um certo alvoroço na comunidade judaica, conforme escutamos na primeira leitura, mas os discípulos de Jesus estavam convictos dessa nova realidade. Por isso Pedro exclama ‘não existe embaixo do céu outro nome dado aos homens pelo qual possamos ser salvos’. Esse nome é Jesus Cristo, o filho de Maria. Portanto com seu sim ao projeto de Deus a mãe de Jesus colaborou enormemente com nossa salvação. Por isso Maria é essa mulher universal com tantos títulos e um dos seus nomes é a saúde dos enfermos”.

Em consonância com o tema refletido hoje no oitavário da Festa da Penha o franciscano citou que desde 1986 a Campanha da Fraternidade da CNBB vem trazendo apelos para que cuidemos do Planeta Terra em seus temas e em 2015 o Papa Francisco chamou a atenção do mundo inteiro com a Encíclica Laudato Si, em que já no início, o pontífice denuncia os males que nós causamos a terra:

“Esquecemo-nos que nós mesmos somos terra, nosso corpo é constituído pelos elementos do planeta. O seu ar permite-nos respirar e o seu ar vivifica-nos e restaura-nos. Portanto, o cuidado com o planeta terra é de nossa responsabilidade. Todo mal que fazemos contra a obra da criação constitui um pecado. Peçamos nessa tarde a intercessão de Maria, saúde dos enfermos, para que sejamos curados desse pecado e saibamos cuidar do nosso planeta terra, nossa casa, e como Maria fazermos tudo como a vontade de Deus. Desde essa montanha onde foi construída essa casa de Maria, o Convento da Penha, podemos contemplar as maravilhas da obra da criação, as plantas, as águas, as montanhas e as pessoas, tudo isso é reflexo da beleza e da bondade de Deus e como São Francisco de Assis podemos dizer ‘Louvado sejas meu Senhor’”, concluiu.

Foto: Daniela Gomide

Uma queda de energia geral no Campinho e na Prainha no momento em que estava acontecendo a liturgia prejudicou a transmissão que acontecia pela internet e também o som do palco. Mas no meio da homilia o problema foi resolvido, o sinal reestabelecido e os microfones voltaram a funcionar. A homenagem final ficou sob responsabilidade da paróquia Santa Teresa de Calcutá, em Itararé. Padre Osmar Braido, Coordenador da Área Pastoral de Vitória leu um texto falando sobre o coral Algazarra que faz parte de um projeto da comunidade de Itararé, com 25 crianças e adolescentes entre 7 a 17 anos do Território do Bem. O coral se apresentou cantando as músicas ‘Consagração a Nossa Senhora’ e o ‘Hino de Nossa Senhora da Penha’.

Padre Adelson Soares da Silva que é Capelão da Marinha fez uma oferta a Nossa Senhora da Penha da Escola de Aprendizes de  Marinheiros. Foram ofertados dois símbolos da Marinha que tem significados importantes: um quepe, que funciona como uma cobertura, pedindo que Nossa Senhora continue cobrindo e protegendo os militares e um apito marinheiro, que é utilizado para as manobras de navio e para marcar presenças importantes para a Marinha. “Que Nossa Senhora continue no comando das nossas manobras e que seja sempre uma presença ilustre na nossa vida e na vida dos nossos marinheiros”, finalizou.

E neste sábado (23) começa o final de semana da Festa da Penha 2022 que tem uma ampla programação e ficará marcado pelo retorno das tradicionais romarias. O tema de reflexão do dia é “Maria, caminho de saúde e salvação”. Às 7h, tem missa presencial no Campinho; às 8h acontece a Romaria das pessoas com deficiência e missa, na Igreja do Rosário na Prainha; às 8h será realizada a Remaria, com concentração na Praia do Ribeiro, Praia da Costa, Vila Velha; às 9h tem a Missa com a Romaria da Diocese de São Mateus no Campinho; de 10 às 22h será realizado o Coletivo Criativo Prainha na Festa da Penha, na Praça Otávio Araújo, atrás da Igreja do Rosário.

Às 10h será realizada a Romaria dos Adolescentes, com saída do Parque da Prainha e logo após será realizada a missa presencial no Campinho; às 14h tem o programa Salve Mãe das Alegrias; às 15h30, o Devocional oitavário, às 16h, a Missa 7º Dia oitavário, com Romaria da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim. Às 18h acontece a Missa de Envio da Romaria dos Homens, na Catedral de Vitória, às 23h será realizada a missa de encerramento da Romaria dos Homens, no Parque da Prainha Vila Velha, presidida por Dom Dario Campos, Arcebispo Metropolitano.

 

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

quarta-feira 18 maio
quinta-feira 19 maio
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por