Tráfico Humano: que valor a vida tem?

30 julho, 2020

Todo ano no dia 30 de julho, é o Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. Esse ano de forma especial a Conferência Nacional do Bispos do Brasil (CNBB) através da Comissão Episcopal Pastoral Especial para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, nos fez uma simples pergunta: Quanto vale a vida?

O que é tráfico de pessoas?

O tráfico de pessoas é uma das atividades ilegais que se expandiu no Brasil no século XXI. A Organização das Nações Unidas (ONU), define tráfico de pessoas como o “recrutamento, transporte, transferência, abrigo ou recebimento de pessoas, por meio de ameaça ou uso da força ou outras formas de coerção, de rapto, de fraude, de engano, do abuso de poder ou de uma posição de vulnerabilidade ou de dar ou receber pagamentos ou benefícios para obter o consentimento para uma pessoa ter controle sobre outra pessoa, para o propósito de exploração“.

De maneira geral, é o comércio de pessoas para trabalhos escravos, exploração sexual, comercialização, exploração e privação de vidas. É gente vendendo gente. O tráfico de pessoas é um tipo de escravidão dos tempos modernos

Origem tráfico de pessoas

A comercialização de pessoas acontece desde a Idade Média. O tráfico negreiro é um grande exemplo que representa mais amplamente o conhecido tráfico de pessoas com fins lucrativos. Por 400 anos foi uma das principais atividades comerciais administradas por diversos impérios. Os negros foram trazidos da África para o Brasil para servir de mão de obra não remunerada. A escravidão foi por quatro séculos a base da economia brasileira. Os negros eram trazidos da África para trabalho braçal, mas não pode esquecer que também existia o tráfico de pessoas para a fins sexual.

Estatística do Tráfico de Pessoas

Nos dias de hoje o tráfico de pessoas movimenta cerca de 32 bilhões de dólares por ano, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). Crianças, adolescentes, mulheres e migrantes, estão entre as maiores vítimas. A cada ano, mais de dois milhões de pessoas são vítimas desse crime.

As crianças são 30% das pessoas traficadas no mundo. As meninas são as maiores vítimas. Elas são destinadas para adoção ilegal, retirada de órgãos, mendicância, uso militar, exploração infantil para o trabalho escravo como: serviço doméstico, minas, plantações e fábricas, exploração sexual, pornografia infantil, abuso sexual, corrupção e atividades criminosas.

75% das pessoas vítimas do tráfico de pessoas são mulheres e meninas. Elas são comercializadas ilicitamente para a exploração sexual. São submetidas a trabalhar por 10 a 13 horas diárias. São obrigadas a consumir drogas para permanecerem despertas e não podem recusar clientes.

Pandemia

Nesse tempo de pandemia da Covid-19 o tráfico de pessoas aumentou expressivamente. Segundo relatório publicado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), a desaceleração econômica global ampliou o tráfico e ultrapassou fronteiras de pessoas fugindo de seus países.

O que podemos fazer para enfrentar o Tráfico de Pessoas?

1.  Duvide sempre de propostas de empregos fáceis que renderiam muito dinheiro;

2.  Sempre leia os contratos de trabalho e busque informações sobre a empresa contratante

3.  Nunca deixe cópias de documentos com amigos, parentes ou desconhecidos;

4.  Sempre que viajar deixe contatos e localização para onde estará viajando;

5.  Comunique sempre com seus familiares.

Em caso de Tráfico de Pessoas, denuncie!

Disque: 100 ou ligue: 180

(Fonte: ONU, Politize e CNBB)

Leia também:

https://www.cnbb.org.br/cnbb-realiza-a-campanha-quanto-vale-a-vida-para-mobilizar-contra-o-trafico-de-pessoas/

https://www.cnbb.org.br/a-maior-parte-do-trabalho-escravo-ainda-e-invisivel-para-a-sociedade-dom-evaristo-spengler/

https://www.politize.com.br/trafico-de-pessoas-no-brasil-e-no-mundo/

https://www.vaticannews.va/pt/mundo/news/2020-07/dia-mundial-contra-trafico-de-pessoas-czerny-terrivel-aumento.html

 

 

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

sábado 7 agosto
domingo 8 agosto
quarta-feira 11 agosto
quinta-feira 12 agosto
sábado 14 agosto
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por