Vitória se prepara para Campanha da Fraternidade

3 dezembro, 2022

A formação arquidiocesana para a Campanha da Fraternidade 2023 aconteceu no dia de hoje, 3 de dezembro em Ponta Formosa. Representantes das paróquias se fizeram presentes enfrentando a chuva e permaneceram no local até às 16h com a missão de entender a proposta e repassar em suas paróquias e comunidades.

Na oração inicial dois gestos concretos foram realizados: a composição de uma cesta básica com o pedido para que todos que precisam possam receber ajuda e a distribuição de pão aos participantes como símbolo da partilha que sempre deve acontecer entre os cristãos.

Na abertura, dom Dario Campos, arcebispo de Vitória dirigiu-se aos presentes agradecendo as presenças e colaboração que recebe no processo de evangelização e pediu que todos procurem entender a importância da Campanha da Fraternidade dizendo que o tema sempre vem muito dentro do contexto social do momento e que a primeira Campanha organizada pela CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil aconteceu em 1964. “Todos nós sabemos o que acontecia no Brasil naquele momento”, disse dom Dario. Depois dom Dario falou sobre a importância de ser voluntário e tomou como base o lema da Campanha “Dai-lhes vós mesmos de comer” e disse: “A missão de dar de comer à multidão foi recebida pelos discípulos de Jesus como difícil e impossível, mas Jesus educa seus discípulos para confiarem Nele e assumirem a responsabilidade de realizarem a missão com o testemunho concreto”. Pe. Claudio Alves Moreira foi apresentado como novo coordenador de pastoral da Arquidiocese.

Terezinha Cravo, coordenadora da Campanha Paz e Pão, apresentou a Campanha que tem como tema ‘Fraternidade e Fome’ e acentuou que não basta ajudar aqueles que precisam, é necessário  se empenhar para entender as causas estruturais que causam o problema da fome e trabalhar para que o direito à alimentação seja garantido pelo Estado.

São 33 milhões de pessoas que enfrentam a fome no Brasil, o que corresponde a 15,5% da população. Como exemplo Terezinha disse que isso corresponde à população inteira dos estados mais populosos do Brasil.

Durante o dia, os participantes reuniram-se em grupos para pensar atividades e ações práticas que podem ser realizadas e também foram apresentados os trabalhos em prol dos necessitados que são realizados pelos Vicentinos e pelo Consea, Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional, conselho composto por 2/3 representando a sociedade civil, entre eles um representante da Campanha Paz e Pão, e, 1/2 representantes do Governo com o propósito de incidir na política em benefício do direito à alimentação garantido pela Constituição Federal.

Anexos

Compartilhe:

VÍDEOS

sábado 4 fevereiro
domingo 5 fevereiro
Nenhum evento encontrado!

Facebook