7º Círio de Nazaré

3 outubro, 2023

A Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, em Ponta da Fruta, iniciará, amanhã (04), os festejos em preparação para a Festa da Padroeira. Com o tema “Maria, sinal de esperança para o povo de Deus em caminho”, a paróquia realizará, de 04 à 07 de outubro, o Tríduo e contará com a presença dos bispos de nossa Arquidiocese e do Vigário Geral, padre Jorge Campos. A solenidade da padroeira acontecerá no domingo, dia 08 de outubro.

Sobre as expectativas para a festa, o seminarista Vitor Valentim Placidino – 4° Ano de Teologia, comentou: “O 7º Círio de Nazaré em Ponta da Fruta é aguardado com grande fervor e devoção. Os fiéis devotos de nossa comunidade se reúnem para prestar homenagem à nossa padroeira em uma belíssima procissão, onde eles unem forças e fé para puxar a corda sob guia da berlinda, trazendo a imagem da Virgem de Nazaré pelas ruas do território paroquial”. Ele ainda completou: “Este evento é um verdadeiro impulsionador de nossa fé, promovendo a união da comunidade e nutrindo a devoção mariana em nossa região. O Círio de Nazaré em Ponta da Fruta é único em todo o nosso estado, destacando-se como um momento verdadeiramente especial de devoção”.

INFORMAÇÃO

7º CÍRIO DE NAZARÉ

Data: de 04 à 08 de outubro

Local: Comunidade Matriz da paróquia Nossa Senhora de Nazaré

Endereço: R. Minas Gerais, n°285, Ponta da Fruta, Vila Velha – ES, CEP: 29129-130

 

VIRGEM DA ESPANHA E DO BRASIL

A devoção a Nossa Senhora de Nazaré teve início em Portugal. A imagem original da Virgem pertencia ao Mosteiro de Caulina, na Espanha, e teria saído da cidade de Nazaré, em Israel, no ano de 361. Acredita-se que a imagem foi esculpida pelo próprio São José. Por causa de uma batalha, a imagem foi levada para Portugal, onde, por muito tempo, ficou escondida no Pico de São Bartolomeu. Só em 1119, foi encontrada e a notícia se espalhou, levando muitas pessoas a serem devotas da santa. Desde então, muitos milagres foram atribuídos a ela.

No Brasil, uma pequena imagem da Senhora de Nazaré foi encontrada em 1700, na cidade de Belém (PA), pelo caboclo Plácido José de Souza, às margens do igarapé Murutucú, onde hoje se encontra a Basílica Santuário. Plácido teria levado a imagem para a sua choupana e, no dia seguinte, ela não estava mais lá. Correu ao local do encontro e lá estava a “Santinha”. O fato teria se repetido várias vezes até a imagem ser enviada ao Palácio do Governo. No local onde a estátua foi achada, Plácido construiu uma pequena capela.

Em 1792, o Vaticano autorizou a realização de uma procissão em homenagem à Virgem de Nazaré, na capital paraense. Organizado pelo presidente da Província do Pará, capitão-mor Dom Francisco de Souza Coutinho, o primeiro Círio foi realizado no dia 8 de setembro de 1793. A partir de 1901, por determinação do Bispo Dom Francisco do Rêgo Maia, a procissão passou a ser realizada sempre no segundo domingo de outubro. Tradicionalmente, a imagem é levada da Catedral de Belém à Basílica Santuário. [Fonte: noticias.cancaonova]

Compartilhe:

VÍDEOS

quinta-feira 18 abril
terça-feira 23 abril
quinta-feira 25 abril
Nenhum evento encontrado!

Facebook