A entrega de Rodrigo Chagas ao serviço do evangelho

Rodrigo Chagas, 35 anos, que será ordenado padre no próximo sábado (25), é o caçula de uma família de 5 irmãos. Filho de João Mario e Teresa, nasceu em Vitória e cresceu nas proximidades da Catedral Metropolitana de Vitória, paróquia em que foi batizado e fez a primeira eucaristia aos 10 anos. 

Pela influência de uma vizinha desde pequeno ele participava da reza do terço, círculo bíblico e catequese. O diácono transitório recorda que quando participava da Comunidade Santa Clara, entre 12 e 13 anos, padre Anderson Texeira – que na época era seminarista – falou que um dia iria vê-lo no seminário. A partir daquele momento surgiu o desejo de ser padre em seu coração.  

Na adolescência, sua família se mudou para a Vila Rubim e ele sem empenhou nas atividades da Paróquia São Pedro. Lá foi crismado, continuou muito ligado à catequese, foi ministro da eucaristia e até coordenador de comunidade. Aos 17 anos, fez um curso técnico de enfermagem e começou a trabalhar em farmácias. Em 2010, com 24 anos, decidiu ouvir o apelo do Senhor e começou os encontros vocacionais. 

A sua entrada para o Seminário Nossa Senhora da Penha só aconteceu após uma passagem pela Congregação dos Missionários do Sagrado Coração, que administra a Paróquia Santa Terezinha, em Paul. Rodrigo foi acolhido pelos religiosos em 2012 e cursou três anos de Filosofia, mais um ano do noviciado e não se adaptou ao estilo da congregação. No final do ano de 2015 foi acolhido para o Seminário Nossa Senhora da Penha e em 2016 retornou à formação que o trouxe aos dias atuais. 

O futuro sacerdote explica que a vontade de ser padre surgiu automaticamente por sua dedicação à Igreja e pelo desejo que sempre teve de se entregar cada vez mais ao serviço do evangelho. Rodrigo revela que o início da formação foi muito impactante por ter que se desligar da sua família e se entregar totalmente a uma nova vida, mas o tempo que dedicou ao convívio com os irmãos o marcou: 

“Outra coisa que também foi muito legal para mim é a questão pastoral. Enquanto seminaristas, todos os finais de semana você vai conhecer a realidade das paróquias e as paróquias por onde passei foram completamente diferentes. Então você vai conhecendo a diversidade da Igreja, mas na Igualdade da mesma Diocese e isso foi me encantando cada vez mais”. 

O último ano de sua formação foi assinalado pelo sim definitivo à sua vocação. Ele destaca a ordenação diaconal e a missão realizada em Lábrea como etapas muito significativas do processo. Faltando dois dias para a ordenação presbiteral e diante de um momento totalmente diferente que a Igreja contemporânea nunca viveu – uma pandemia e o isolamento social, ele afirma que se sente muito feliz. 

“Não está sendo aquilo que nós sonhamos. Cada um de nós sonhamos com um momento totalmente diferente, uma cerimônia totalmente diferente, com o povo todo na Igreja. Mas está sendo da forma que Deus sonhou, pensou e disponibilizou para nós e está sendo ainda mais bonito por isso. Pois Deus nos conduz e nos mostra aquilo que ele quer de nós.” 

Ao lado de Tárcio, Ricardo, Zaelton, Alexandre e Rafael, Rodrigo será ordenado sacerdote neste sábado (25), na Catedral Metropolitana de Vitória. A transmissão da cerimônia será a partir das 9h pelo canal do Youtube da Arquidiocese de Vitória: https://www.youtube.com/channel/UC3-KWtk1TMwUKooN6wkXyQQ

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
segunda-feira 5 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Segundo Dia Oitavário
terça-feira 6 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Terceiro Dia Oitavário
quarta-feira 7 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Quarto Dia Oitavário
quinta-feira 8 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Quinto Dia Oitavário
sexta-feira 9 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Sexto Dia Oitavário
sábado 10 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Sétimo Dia Oitavário
domingo 11 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Oitavo Dia Oitavário
Nenhum evento encontrado!