“Alegria e gratidão pela Festa da Penha 2022”

28 abril, 2022

Nesta quarta-feira (27), após o encerramento da Festa da Penha 2022, Padre Renato Criste, Coordenador de Pastoral da Arquidiocese de Vitória e Membro da Comissão Organizadora da Festa da Penha conversou com Rodrigo Moutinho no Programa Papo Cabeça, da Rádio América (91,1 FM) fazendo um panorama de como foram os nove dias de programação do evento, que estava sendo muito aguardado por todos os fiéis e devotos da padroeira do Espírito Santo.

Na ocasião ele destacou que depois de um longo tempo de preparação e também de incertezas, considerando o quadro de pandemia, finalmente a Festa da Penha aconteceu, com encerramento na última segunda-feira (25) e um saldo super positivo e o que ele no seu coração hoje pulsa alegria e gratidão pela realização da Festa, pois foram dois anos sem acontecer em seu formato tradicional, com a participação física dos fiéis e se encontrar novamente com aquela multidão foi gratificante.

“E ainda ao final dizer que tudo correu com muita serenidade conforme o programado enche o coração de alegria e gratidão e é assim que me sinto nesse momento, feliz e contente por tudo que vivenciamos e por tudo que aconteceu. Uma festa que trouxe novamente a esperança, uma festa do recomeço, do renovo e isso nós sentimos e experimentamos. A Festa de Nossa Senhora da Penha do ano de 2022 ficou marcada na história como a primeira festa depois deste tempo difícil de pandemia que ainda atravessamos, mas obviamente em um cenário muito mais confortável e por isso foi possível realiza-la de modo pleno”.

O sacerdote também enfatizou a participação física do público nas atividades da Festa da Penha, pois esta era uma expectativa da Comissão Organizadora, uma vez que foram dois anos sem a realização do maior evento religioso do Espírito Santo em seu formato tradicional e agora ainda inserida em um feriadão prolongado, havia a estimativa de ter um público que surpreendesse positivamente, mas também poderia ter um público menor do que o esperado por estas causas elencadas.

“Contudo o saldo também foi bastante positivo nessa questão, destaco aqui a participação das pessoas no oitavário da Festa da Penha, na missa principal, organizada e promovida sobretudo pelas Áreas Pastorais da Arquidiocese de Vitória. Todos os dias do oitavário o Campinho da Penha esteve repleto de fieis e também do dia 24 para dia 25, a partir de meia noite a cada uma hora tinha missa no Convento da Penha que incialmente estavam previstas para acontecer na Capela e todas tiveram que ser transferidas para o Campinho do Convento, considerando a participação grande dos fiéis e os Freis tiveram que reformular. Então a participação foi a melhor possível, destacamos as grande Romarias dos Homens e das Mulheres e a expectativa é que mais de um milhão de pessoas participaram das duas. Aguardamos a estimativa da polícia. O povo estava muito desejoso dessa festa”.

Padre Renato ainda respondeu a outras perguntas como o momento mais marcante, sobre as novidades que a Festa apresentou neste ano, falou sobre os temas ligados à saúde que foram refletidos a cada dia, e sobre a expectativa para a próxima edição da Festa da Penha, no ano de 2023. Ouça novamente esta entrevista clicando abaixo.

Entrevista Papo Cabeça – Padre Renato – Avaliação Festa da Penha 2022 – Parte 1

 

Entrevista Papo Cabeça – Padre Renato – Avaliação Festa da Penha 2022 – Parte 2

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

quinta-feira 29 setembro
sexta-feira 30 setembro
sábado 1 outubro
Nenhum evento encontrado!

Facebook