Atividade física: um bem necessário

15 dezembro, 2020

Roger Bongestab

Médico Cirurgião Geral e Nutrólogo

(CRM-ES:9827, RQE:7324 / 7889)

 

Estamos em tempos de muito se ouvir falar sobre a importância da atividade física. É irrefutável esta importância, porém, para alguns, é algo difícil de se pôr em prática. Não é possível ter saúde física plena sem exercitar-se regularmente.

 

Durante a prática da atividade física, nosso organismo secreta substâncias que agem na proteção da saúde cardiovascular e auxiliam na redução do envelhecimento de nossas células (dentre estas os neurônios), agindo preventivamente contra demências (p. ex. Doença de Alzheimer), reduz a perda muscular inerente do envelhecer (tecnicamente chamada sarcopenia), fortalece os ossos e aumenta a imunidade, dentre diversas outras frentes positivas.

 

Os benefícios vão além dos treinos. Na verdade, os benefícios começam realmente após a primeira hora de término da atividade física e se estendem por cerca de 48horas. Desse modo, podemos dizer que temos que ter uma regularidade de ao menos a cada 48horas realizamos uma atividade física direcionada à saúde. Mas qual modalidade de exercício físico devemos escolher?

 

Por muito tempo, pensava-se que apenas bastava a atividade aeróbica, tais como caminhadas, bicicletas ergométricas, esteiras. Hoje, sabemos que além destas é muito necessário a associação com atividades tidas como anaeróbicas, que exigem resistência e força de nosso corpo, como a musculação. Existem modalidades que são tidas mistas, como o crossfit e a hidroginástica.

 

As modalidades mais aeróbicas auxiliam a saúde cardiovascular, reduzindo taxas de açúcar e de gorduras no sangue, ajudam a perder massa gorda. Já aquelas anaeróbicas, ajudam a manter a massa magra íntegra ou aumentá-la, gerando mais resistência física e força, com prevenção da osteoporose e fraturas, e garante a mobilidade física (autonomia). Associadas, os benefícios se somam!

 

Para que haja segurança durante à prática do exercício físico, faz-se necessário acompanhamento com profissional educador físico. E antes de tudo, um check-up cardiológico com seu médico. Associar hidratação e boas práticas alimentares e espirituais vão também contribuir para que haja plenitude no seu cuidado (leiam matérias anteriores desta coluna).

 

Caso você esteja lendo esta matéria e ainda está sedentário(a) por não gostar de exercícios físicos, busque o quanto antes uma atividade física que você menos deteste; mas busque! Pois, como vimos acima, a atividade física é um bem necessário!

 

A inércia faz com que você esteja deixando de zelar pelo seu corpo, pela sua saúde, pela plenitude da vida. E ao começar, brevemente você perceberá e vivenciará os benefícios e terá prazer em continuar se exercitando.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

quinta-feira 29 julho
sábado 31 julho
domingo 1 agosto
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por