Crendices de final de ano

29 dezembro, 2020

Há quem acredite que para ter sorte no amor é preciso vestir vermelho na virada do ano, mas para ganhar dinheiro a cor é o dourado. Tem também aqueles que dizem que comer lentilhas exatamente à meia noite traz sorte para quem consome o prato. E pular as tradicionais sete ondinhas? As roupas brancas? E tantas outras simpatias que são parte da nossa cultura miscigenada? Tudo isso é crendice ou não?

Alessandro Gomes, Mestre e doutorando em Ciências da Religião, explica que “muitas dessas crenças de final de ano estão ligadas à espiritualidades e outras são parte do nosso folclore, mas é preciso ficar atento para que elas não se tornem algo mais importante do que o próprio ser, ou seja, não podem ser mais significativas do que a própria criatura.”

Para Gomes, “algumas crenças surgiram da própria necessidade dos humanos de se adaptarem a certas situações, para buscarem significados para aquilo que ainda não conheciam ou para criar referências que ocupassem um determinado vazio.”

Segundo o Padre Jorge Campos Ramos, que também é Psicólogo, “nós católicos respeitamos essas manifestações das diversas crenças, mas não incentivamos as pessoas a praticarem”, pois, segundo ele o mais importante é a crença em Cristo, “acreditamos num futuro melhor a partir da ação de Deus. Não nos apegamos a essas crendices”, completa.

É importante lembrar que a nossa vida está nas mãos de Deus, “isso é o essencial”, diz o padre. Ele afirma que é necessário seguir o Evangelho, pois lá está a Boa Notícia, ou seja, praticar e fazer a “nossa parte testemunhando a nossa fé para nós mesmos e para os irmãos.” É nessa perspectiva que “nós contemplamos o mistério do Deus que se fez homem, aderindo a Jesus cristo e a encarnação d´Ele, do mistério de Deus que nos envolve. O evangelho nos dá o caminho que devemos seguir, sendo assim não precisamos das crendices, temos algo muito maior que é a Boa Notícia”, afirma Ramos.

Algumas superstições de final de ano:

  • Roupas brancas: para quem quer paz e energias positivas.
  • Pular sete ondinhas: pula-se sete ondas na praia e faz um pedido a cada onda pulada.
  • Lentilhas: dizem trazer sorte no ano que se inicia e não faltar comida.
  • Aves: acredita-se que não é uma boa pedida comer aves, pois elas ciscam para trás e isso traz azar.
Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

quinta-feira 24 junho
sábado 26 junho
domingo 27 junho
segunda-feira 28 junho
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por