Da medicina ao altar: a história de Ricardo Passamani

A vontade de cuidar espiritualmente dos pacientes que atendia no posto de saúde e hospital acendeu o chamado de Ricardo Passamani, 33 anos, para que buscasse o sacerdócio. Ricardo é um dos seis diáconos transitórios da Arquidiocese de Vitória que serão ordenados padres no próximo dia 25 de julho, na Catedral Metropolitana de Vitória. 

Nascido em Conceição da Barra, filho de Paulo e Cristiane e irmão de Roberta, o diácono conta que seu contato com a Igreja Católica começou na juventude. Na infância ele foi batizado, mas não teve o acompanhamento na comunidade. Ricardo também só foi crismado quando adulto e por ter uma parte da família que frequentava Igreja evangélicas, ele afirma que teve uma educação religiosa misturada. 

O primeiro passo de uma sequência de outros que o convenceram que a religião católica é a verdadeira religião foi com 22 anos, quando ele pretendia se casar com uma namorada que era evangélica. O diácono lembra que a esta altura sua mãe já era muito mais católica do que em sua infância e com isso estava acontecendo uma verdadeira “guerra” entre mãe e nora. Na hora de tomar uma decisão Cristiane o questionou se seria católico ou evangélico e o presenteou com o livro “Por que sou católico?”, do professor Felipe Aquino: 

“Uma vez tendo me apaixonado, não por Jesus Cristo de quem eu já era discípulo, mas me apaixonado pela Igreja por ele fundada, que era a parte que eu não conhecia, eu comecei a me dedicar demais ao estudo da doutrina da Igreja Católica. Eu gostava de ler muito o catecismo e os escritos do papa Bento XVI naquela época e durante a faculdade de medicina eu passava mais tempo lendo os escritos do Papa, do que os textos que os médicos pediam. A religião foi tomando um espaço muito grande na minha vida”, destaca.

Após terminar a faculdade Ricardo começou a trabalhar em um posto de saúde de Itaúnas e no contato com as pessoas percebia que todas ou a maioria delas para completar seu tratamento, necessitava de algo que só a religião católica podia dar a elas, como por exemplo – e principalmente – o sacramento da confissão. Com isso ele encaminhava os pacientes ao padre do município pedindo que ele atendesse o doente em confissão, e isso promovia de fato uma melhora espiritual e clínica da pessoa.  

Sempre associando a religião e sua prática como médico foi durante a residência em infectologia, em Vitória, frequentando o pronto socorro e vendo os doentes internados perdendo a vida e outros que já tinham sido tratados alguma vez e estavam novamente no hospital, que ele questionou a sua missão no mundo.

“É muito temporário o benefício que o médico produz na vida de uma pessoa e se eu fosse padre eu poderia chegar para essa pessoa e dizer: fulano de tal eu te absolvo de seus pecados em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo, Amém. E aí podia dispensar todo mundo, cardiologista, infectologista. Não tem comparação. Foi isso que eu senti e me moveu a procurar o sacerdócio”. 

Em 2011, ele começou o acompanhamento com o padre Márcio Ferreira, Vice-reitor do Seminário Nossa Senhora da Penha na época. Após entrevistas e encontros vocacionais, foi aprovado ao final do ano. Em 2012, começou o Propedêutico e seguiu na preparação até os dias atuais. 

Para Ricardo o desejo é que esta ordenação leve ânimo aos desconsolados e seja um sinal de vitalidade da própria Igreja que continua a formar os sacerdotes e se fortalecer para o futuro. Por outro lado, este também é um momento de profunda revisão de vida para todos. Um momento de se aproximar mais do Senhor, pois em períodos de sofrimento pode-se perceber melhor a presença de Deus.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
segunda-feira 5 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Segundo Dia Oitavário
terça-feira 6 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Terceiro Dia Oitavário
quarta-feira 7 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Quarto Dia Oitavário
quinta-feira 8 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Quinto Dia Oitavário
sexta-feira 9 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Sexto Dia Oitavário
sábado 10 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Sétimo Dia Oitavário
domingo 11 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Oitavo Dia Oitavário
Nenhum evento encontrado!