Eleições 2020. Cairemos nos mesmos erros?

16 novembro, 2020

Em 2 dias teremos nossas eleições para prefeito e vereadores. Mesmo que sejamos bem ligados à política, é preciso reconhecer que a grande maioria ainda é aprendiz iniciante nesta habilidade. Já votamos errado várias vezes!!! Já nos arrependemos e até nos surpreendemos. Já aprendemos que não são as palavras que um candidato fala que nos assegura confiança na sua capacidade de realização de suas “promessas”. Já aprendemos que sua história passada de realizações, sua capacidade de ver a realidade de forma ampliada, de competência em atingir seus objetivos com ética, sua estrutura familiar fala tanto ou mais quanto as palavras que pronuncia. Nós aprendemos que “nem tudo o que reluz é ouro” e que pessoas de má fé que ou querem pintar de dourado o seu candidato, ou querem denegrir aquele que é concorrente forte “puxando o tapete” para tentar vencer. Meias verdades, mentiras sem escrúpulo, calúnias, temos de tudo!!!

Entre tantas outras, uma grande dificuldade de votar nesta pandemia é ter uma fonte confiável para avaliar as informações disponíveis dos candidatos. Tínhamos nas opiniões coletivas (família, amigos, comunidades diversas) parâmetros que nos ajudavam na escolha. Esses grupos hoje muitas vezes estão tão divididos em ideologias que criam realidades tão conspiratórias ou caóticas e irracionais que na maioria das vezes não se consegue diálogo produtivo. Um lado não ouve o outro e fica difícil tentar extrair um senso comum, quem dirá uma bom senso para apoio, em um mundo de tantas narrativas e de versões tão opostas…

Aí que saudade do mundo cartesiano, lógico, onde o certo e o errado era compartilhado por todos! Mas não adianta ter saudades do lampião a gás. Este mundo digital também há muitas limitações. Há coisas hoje certas, que são erradas e coisas erradas que são certas. O politicamente correto levado ao rigor (cartesiano) desconhece sutilezas e iguala desiguais e é injusto. Tema bom para pensar em outro dia, mas hoje temos uma escolha pela frente: como não cair nos mesmos erros de antes nas votações deste ano.

Então algumas reflexões:

1)     Seu candidato defende os princípios cristãos? Se você não sabe, procure saber, porque você quer alguém que lhe represente, certo? Se ele ou ela não defende as suas ideias, esquece!

2)     Não sabe que ideias ele/ela defende porque na propaganda eleitoral pedia voto do tipo vote no careca, vote no gordinho … esquece! Se não sabe se comunicar, não vai conseguir realizar.

3)     É de partido que se opõe ao seu candidato a prefeito?Então avalia bem! É pessoa que tem boas ideias, sabe dialogar, mas não ajudaria o prefeito a governar? Esquece! Troca de candidato. Sem apoio seu prefeito não governa.

4)     É pessoa conhecida e você acha que se precisar terá mais acesso, por isso vai votar nela? Só Isso não garante nada. Se ele/a não defende as mesmas ideias suas….esquece! Não vai defender depois de eleito/a.

Essas reflexões,elementares com certeza, se propõe apenas a nos lembrar dos erros que cometemos em outras eleições. Repetir os mesmos erros, aí não!!!

 

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

sexta-feira 1 outubro
domingo 3 outubro
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por