Entidades e movimentos sociais se manifestam em apoio a padre Kelder Brandão

Entidades e movimentos sociais se mobilizaram nos últimos dias, por meio de cartas públicas, em demonstrar apoio ao coordenador do Vicariato para Ação Social, Política e Ecumênica da Arquidiocese de Vitória e pároco da Paróquia Santa Teresa de Calcutá, em Vitória, padre Kelder Brandão.

Membros da Comissão de Promoção da Dignidade Humana (CPDH), da Arquidiocese de Vitória do Espírito Santo, em conjunto com as demais entidades signatárias, destacaram a trajetória coerente e corajosa do sacerdote, com ações concretas em favor dos pobres e na defesa incondicional da vida e da dignidade humana.

“Manifestamos nosso apoio ao Padre Kelder José Brandão Figueira, diante das reações desproporcionais e injustas por conta de sua orientação aos leigos e leigas da Paróquia Santa Tereza e Calcutá e a todas as pessoas de boa vontade para que, inspirados pela doutrina social da igreja, façam a opção no pleito municipal por um projeto de defesa da vida, dos valores cristãos, posicionando-se contra aquilo que ameaça a igreja e seu compromisso com os pobres”, diz o documento.

As entidades também expressão admiração e respeito pelo arcebispo de Vitória, Dom Dario, “que, impossibilitado de assistir impassível ao desrespeito flagrante aos pobres e mais necessitados no Espírito Santo, tem nos conduzido na busca pela construção do reino de Deus na terra”.

Fórum Capixaba de Lutas Sociais

Outro documento publicado em favor de padre Kelder reúne mais de 50 entidades e movimentos sociais que atuam no Espírito Santo. Encabeçada pelo Fórum Capixaba de Lutas Sociais, a manifestação destaca que a luta pela vida exige tomada de posição.

“Aos líderes da igreja e também a todos os fiéis cabe se empenharem pela vida social, contra projetos que, concretamente, ameacem oprimir ainda mais os oprimidos, excluir ainda mais os excluídos e promover a violência como se fosse natural e inevitável. Com Kelder, mantemo-nos na luta contra o obscurantismo que viceja quando nos furtamos a assumir nosso lugar ao lado dos mais vulneráveis”, escrevem as entidades.

Assinam a carta da CPDH

– Comissão de Promoção da Dignidade Humana

– Ação Diaconal Ecumênica – ADE

– Associação de Apoio e Orientação a Criança e ao Adolescente (AAOCA)

– Associação Pe. Gabriel Maire em Defesa da Vida – APGM

– Cáritas Brasileira – Regional Espírito Santo

– Centro de Estudos Bíblicos do Espírito Santo – CEBI

– Centro Social São José de Calasanz

– Fórum Igrejas e Sociedade

– Movimento Fé e Política

– Pastoral da Aids

– Pastoral Carcerária

– Pastoral da Criança

– Pastoral da Ecologia

– Pastoral da Juventude

– Pastoral do Menor

– Pastoral da Pessoa Idosa

– Pastoral do Povo de Rua

– Pastoral da Saúde

– Pastoral da Sobriedade

– Projeto Alegria de Viver

– Projeto Semente

– Projeto Social Casa Sol Nascente

– Projeto Social Cidade do Garoto

Assinam a nota de solidariedade

– ABJD (Associação Brasileira de Juristas pela Democracia)

– Adufes (Associação dos Docentes da UFES, Seção Sindical do ANDES-SN – Diretoria)

– Amus (Associação de Mulheres Unidas da Serra)

– Associação Ateliê de Ideias

– Associação Gold: Grupo Orgulho, Liberdade e Dignidade

– CADH (Centro de Apoio aos Direitos Humanos)

– CEBI Centro de Estudos Bíblicos ES

– CDDH-Serra (Centro de Defesa dos Direitos Humanos)

– CEC Coletivo de Estudos de Conjuntura

– Central Única dos Trabalhadores

– Centro de defesa Dom Tomás Balduíno

– Círculo Palmarino

– Coletivo de Agitação Antifascista

– Coletivo Dona Astrogilda

– Coletivo Educação pela Base

– Coletivo Mães Eficientes Somos Nós

– Comitê Popular de Proteção dos Direitos Humanos

– CONERES (Conselho de Ensino Religioso do ES)

– CONIC (Conselho Nacional de Igrejas Cristãs, Seção ES)

– Conselho Regional de Serviço Social-CRESS

– CSP Conlutas

– FETAM – ES

– Fórum Bem Maior (Fórum de Moradores do Território do Bem)

– Fomes (Fórum de Mulheres do ES)

– Fórum Capixaba em Defesa da Vida dos Trabalhadores

– Fórum Capixaba de Lutas Sociais

– Fórum de Homens Capixabas pelo fim da violência contra as mulheres

– Fórum Estadual de Educação de Jovens e Adultos do ES

– Fórum Estadual de Promoção da Liberdade Sindical no Estado do Espírito Santo

– Fórum Metropolitano Sobre Drogas

– Instituto Raízes

– Intersindical CCT

– Luta Unificada dos Trabalhadores da Educação – LUTE/ES

– MNDH/ES (Movimento Nacional dos Direitos Humanos)

– MNU (Movimento Negro Unificado)

– Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra

– Movimento em Defesa de Direitos e Serviços Públicos de Qualidade

– Movimento Mulheres em Luta -MML ES

– Núcleo BrCidades do Espírito Santo

– Núcleo Capixaba da Auditoria Cidadã da Dívida – NC-ACD

– Núcleo Estadual da Luta Antimanicomial do Espírito Santo

– PO – Pastoral Operária ES

– Resistência e Luta Educação ES

– Sinasefe Ifes

– SINDIALIMENTAÇÃO-ES – Sindicato dos Trabalhadores em Alimentação do ES

– Sindicato dos Bancários

– Sindicato dos Empregados no Comércio

– Sindicato dos Ferroviários do ES/MG

– Sindicato dos Jornalistas

– Sindimármore

– Sindipúblicos

– Sindseg-Gv-ES – Sindicato dos Vigilantes da Grande Vitória

– Sintufes (Sindicato dos Trabalhadores da UFES)

– SINDFER (Sindicato dos ferroviários do ES/MG)

– Sindipetro

– Sispmc

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
segunda-feira 5 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Segundo Dia Oitavário
terça-feira 6 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Terceiro Dia Oitavário
quarta-feira 7 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Quarto Dia Oitavário
quinta-feira 8 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Quinto Dia Oitavário
sexta-feira 9 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Sexto Dia Oitavário
sábado 10 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Sétimo Dia Oitavário
domingo 11 abril
4:00 pm - 6:00 pm Missa Oitavo Dia Oitavário
Nenhum evento encontrado!