“Evangelizar: graça e missão que se dá no encontro”

18 novembro, 2022

“Só nessa cultura é que o Evangelho encontrará lugar para germinar e produzir seus frutos, que são os frutos da evangelização. Não há verdadeira evangelização que não conduza a uma “cultura do encontro”, que supere polarizações e confrontos” (Texto-base da Campanha para a Evangelização 2022).

Inspirada no 3º Ano Vocacional do Brasil, a Campanha para a Evangelização 2022 tem como tema: “Evangelizar: graça e missão que se dá no encontro”. A iniciativa busca recordar que evangelizar é a vocação da Igreja e, nela, a vocação de cada batizado, discípulo missionário de Jesus Cristo. “Essa vocação é dom e compromisso, ou seja, é graça e missão, a qual se realiza no encontro interpessoal, intercomunitário, intergeracional etc”.

Texto-base

Em sua apresentação, o texto-base da Campanha para a Evangelização 2022 chama atenção para o fato de que depois de dois anos de um isolamento motivado por ocasião da pandemia da Covid-19, a Igreja no Brasil quer, por meio da Campanha, convidar ao encontro e motivar à construção de uma “cultura do encontro”.

Nesse contexto, o subsídio retoma explicações do Papa Francisco para edificar a cultura do encontro, em especial a partir de trechos da encíclica Fratelli Tutti, sobre a amizade e a paz social:

“A palavra ‘cultura’ indica algo que penetrou no povo, nas suas convicções mais profundas e no seu estilo de vida. Quando falamos de uma ‘cultura’ no povo, trata-se de algo mais que uma ideia ou uma abstração; inclui as aspirações, o entusiasmo e, em última análise, um modo de viver que caracteriza aquele grupo humano. Assim, falar de ‘cultura do encontro’ significa que, como povo, somos apaixonados por querer encontrar-nos, procurar pontos de contato, construir pontes, planejar algo que envolva a todos. Isso tornou-se uma aspiração e um estilo de vida. O sujeito dessa cultura é o povo, não um setor da sociedade que tenta manter tranquilo o resto com recursos profi ssionais emediáticos” (FT, n. 216).

texto-base salienta que o tempo forte da Campanha para a Evangelização acontece no Advento, no qual “Deus vem ao nosso encontro e renova a nossa esperança de um mundo novo”. Com isso, a Campanha para a Evangelização convida todos os cristãos e demais pessoas de boa vontade a intensificar: o encontro com a Palavra; o encontro com o Cristo-Pão; o encontro com os irmãos que sofrem; e o encontro missionário.

texto-base recorda, ainda, que um dos pontos altos da Campanha é a coleta nacional realizada nas comunidades no 3º Domingo do Advento, este ano, no dia 11 de dezembro.

A distribuição dos recursos é feita da seguinte forma: 45% do montante arrecadado permanecem na diocese para subsidiar a ação missionária, evangelizadora e pastoral da própria Igreja local; 20% do total arrecadado são encaminhados para os regionais da CNBB, com a mesma finalidade, sustentar as estruturas regionais de evangelização; e os demais 35% destinam-se à CNBB nacional, de forma a garantir iniciativas e estruturas evangelizadoras em todo o Brasil, especialmente nas regiões mais carentes.

O texto-base está disponível para download (aqui).

Fonte: CNBB Campanhas

Compartilhe:

VÍDEOS

terça-feira 29 novembro
quarta-feira 30 novembro
Nenhum evento encontrado!

Facebook