Faleceu o Papa Bento XVI

31 dezembro, 2022

Faleceu hoje, sábado, 31 de dezembro às 9h34 de Roma o Bento XVI, Papa emérito desde 2013. O Papa estava em sua residência no mosteiro Mater Ecclesiae, no Vaticano, onde morava desde sua renúncia.

O corpo do Papa emérito estará na Basílica de São Pedro para a saudação dos fiéis a partir da segunda-feira, 2 de janeiro. O funeral será na quinta-feira, 5 de janeiro, às 9h30, horário de Roma na Praça de São Pedro.

A Arquidiocese de Vitória, nas pessoas de seu arcebispo, dom Dario Campos e do bispo auxiliar, dom Andherson Franklin Lustoza de Souza, une-se à Igreja Católica em todo o mundo, principalmente ao Papa Francisco e reza pelo Papa falecido, na esperança da vida eterna. O Arcebispo e o Bispo Auxiliar convidam a todos a rezar pelo Papa e pela Igreja.

O Papa emérito vinha sendo acompanhado e monitorado pelos médicos devido ao estado de saúde frágil e pela idade avançada. Bento XVI completou 95 anos em 16 de abril deste ano.

Breve histórico:

Joseph Ratzinger nasceu na Alemanha (Marktl am Inn) em 16 de abril de 1927 numa família de agricultores. Teve uma infância e adolescência marcadas pelo regime nazista e a juventude pela Segunda Guerra Mundial.

Sua fé cresceu e se fortaleceu neste contexto.

Estudou Filosofia e Teologia em Munique e foi ordenado padre em 29 de junho de 1951. Destacou-se como professor de Teologia Fundamental e Dogmática. Por seu desempenho no estudo e escritos teve destaque na Conferência Episcopal Alemã.

Participou do Concílio Vaticano II e em 1977 foi nomeado pelo Papa Paulo VI arcebispo de Frisinga. Foi criado cardeal também em 1977.

A partir dali foram imensas participações em Assembleias pastorais e escritos teológicos.

Em 1981, o então Papa João Paulo II, nomeou-o Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé.

Foi eleito Papa em 2005 e renunciou em 2013, surpreendendo por sua decisão, gesto “humilde e inesperado”, como foi dito pela comunicação do Vaticano, alegando motivos de saúde e idade avançada. Na ocasião o Papa tinha 86 anos.

Bento XVI era músico e pianista e escreveu também sobre música sacra. Por ocasião do lançamento disse ao jornal italiano La Stampa:

“Há uma profunda relação entre a música e a esperança, entre o canto e a vida eterna: não em vão a tradição cristã mostra os espíritos beatos enquanto cantam em coro, tomados e extasiados da beleza de Deus. A arte autêntica, como a oração, não nos afasta da realidade de cada dia, mas sim devolve a ela para ‘regá-la’ e fazê-la germinar para que dê frutos de bem e de paz”.

Compartilhe:

VÍDEOS

sábado 10 junho
domingo 11 junho
segunda-feira 12 junho
terça-feira 13 junho
Nenhum evento encontrado!

Facebook