Homilia de 8 de julho de 2021

Gn 44, 18-21.23b-29.45,1-5       |         Sl 104        |         Mt 10,7-15

A liturgia continua nos propondo como reflexão a missão. Na primeira leitura um episódio da história de José. Após ser vendido pelos irmãos, José prospera no Egito e emociona-se ao reencontrá-los e receber notícias da família. No reencontro abraça-os e diz que tudo foi permitido por Deus para que pudesse ajudá-los. Segundo dom Dario Campos, arcebispo de  Vitória “a lição é que devemos ver que tudo que acontece na vida tem a mão de Deus que cuida e ampara seus filhos”. No Evangelho Jesus continua preparando os discípulos para a missão. “Jesus ensina os discípulos como devem proceder e qual o objetivo da missão”, disse dom Dario e acrescentou: “o objetivo da missão ainda hoje é anunciar que o Reino de Deus está próximo. E para que o Reino de Deus aconteça, os enviados em missão devem combater tudo que provoca sofrimento: doença, morte, exclusões, demônios no sentido daquilo que divide. Por isso, a missão dos discípulos é: curar os doentes, ressuscitar os mortos, purificar os leprosos, expulsar demônios, situações que impedem a chegada do Reino”. Tudo deve acontecer com despojamento  e sem qualquer amarra, concluiu o arcebispo. Escute a homilia.

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por