Inspiração que vem da cerâmica pela vida

13 junho, 2024

Persistência e inspiração é o título que podemos dar, sem medo de errar, à iniciativa da @ceramicapelavida que há três anos organiza leilões solidários e colabora com a Campanha Paz e Pão da Arquidiocese de Vitória.

Cerca de 700 mil reais já foram arrecadados neste período e o valor total foi revertido em cestas de alimentos para ajudar a quem precisa.

 

A Comunicação da Paz e Pão conversou com Maritê Bonna e Monica Saldanha sobre a proposta, a experiência e a vivência do grupo que arrasta consigo outras pessoas que têm o mesmo desejo de ajudar e muitas vezes “não sabiam como fazer”, conforme afirmou Monica ao longo da entrevista.

A iniciativa ganhou corpo e tem até plantão durante as 24h em que acontece o leilão mensal para a Paz e Pão, sempre no primeiro final de semana do mês.

A organização do grupo é exemplar e quem explica é Monica:

– São diversos processos, inclusive as equipes são divididas por tarefas. Uma equipe trabalha preparando o leilão, pedindo peças, selecionando as que entram no leilão e divulgando as peças selecionadas (layouts e posts no instagram. Importante dizer que nos dias que antecedem os leilões são colocados nos stories do @ceramicapelavida as imagens das peças que estarão no leilão, para que as pessoas possam apreciar, comparar com tempo e fazer suas escolhas); outra equipe faz plantão durante o leilão, acompanha e acata os lances, o movimento a dinâmica dos mesmos; depois, outra equipe faz o intercâmbio entre o arrematante e o ceramista doador da peça, uma vigília da peça até ela chegar ao seu destino final.

Quem conta como tudo começou é Maritê:

– Nós começamos em 2021 no auge da pandemia. Foi uma ideia de nossa amiga Valéria, que reuniu um grupo e propôs nos juntarmos para ajudar. Começamos a procurar uma instituição que fosse séria e outra amiga indicou a Campanha Paz e Pão. Conversamos com pe. Kelder (pe. Kelder Brandão, vigário para a Ação Social, Política e Ecumênica e coordenador da Campanha), e decidimos que a Campanha Paz e Pão seria a receptora dos recursos arrecadados nos leilões, e estamos aí até hoje.

Já foram realizadas 118 edições e a 119ª está em andamento. Até à 113, o valor arrecadado foi para a Campanha Paz e Pão. Agora os leilões estão sendo feitos para ajudar o Rio Grande do Sul. Ao tomar essa decisão, o grupo procurou pe. Kelder, mas a @ceramicapelavida é ‘tão Paz e Pão’, que pe. Kelder a nomeou “braço da Paz e Pão” na ajuda ao Rio Grande do Sul. Maritê explica:

– Pe. Kelder nos indicou a instituição dos frades franciscanos do Sul para receber as doações e fazê-las chegar aos necessitados e disse que nós seríamos o braço da Paz e Pão na ajuda ao Rio Grande do Sul. A partir desse momento nós juntamos as peças dos ceramistas doadores e organizamos 11 leilões semanais que vão acontecer até 20 de julho. Depois retornamos para a Paz e Pão.

– A @ceramicapelavida não abandonou a Paz e Pão?

– De jeito nenhum.

Ao completar 100 leilões para a Paz e Pão, as ceramistas reavaliaram os leilões que aconteciam semanalmente e decidiram aumentar o número de peças e realizar o leilão uma vez ao mês. Isso vem acontecendo e será retomado em julho, quando finalizar os leilões específicos para o Rio Grande do Sul.

A Comunicação da Paz e Pão não conseguiu evitar a pergunta:

– Qual peça vocês colocaram no leilão e ficaram com vontade de arrematar?

– (Monica) não saberia dizer qual, porque foram muitas rsrs. ‘Coça a mão’ e eu fico dizendo, ‘essa peça vai ser minha’, mas a gente tem um pacto – (Maritê) nós temos um pacto: quando tem uma peça que a gente gosta muito, pode dar lance, mas 10 minutos antes de acabar o leilão, a gente não dá mais lance. Seria antiético, porque a gente tem o controle, então esse pacto é uma regra. Mas, o desejo de ter algumas peças é grande rsrs.

Maritê e Monica explicaram as razões da decisão de passar a fazer o leilão mensal em vez de semanal. Segundo elas, embora haja sempre entrada de novos ceramistas, muitos permanecem pela vontade de ajudar e começou a ficar exaustivo para todos, doadores e equipe. Por isso, a decisão em fazer uma média na quantidade de peças a serem leiloadas e passar a fazer o leilão uma vez por mês. Com isso existe mais tempo para os contatos, seleção e atenção aos arrematantes que, como disse Monica, “muitos já se tornaram amigos”.

Além disso, acrescenta Maritê: – a gente precisa de vez em quando ‘dar uma sacudida’, fazer algum movimento para manter as pessoas animadas. Leilões comemorativos, envolver um ceramista famoso, sorteios, enfim, fazer mudanças para manter o grupo animado e ativo.

Monica é responsável pelo pós-leilão e pedimos que ela traçasse o perfil do arrematante.

– O perfil tem mudado muito. Começou com ceramistas e amigos, parentes, amigos dos amigos e amigos dos ceramistas. Depois o instagram @ceramicapelavida foi crescendo e agregando outros seguidores com outros perfis e estamos formando uma corrente de pessoas que doam peças e arrematam peças com o objetivo principal de ajudar. Corrente que conta com o apoio dos ceramistas doadores que divulgam o perfil @ceramicapelavida e, também, das pessoas que participam e conhecem os objetivos do leilão e também divulgam o perfil no Instagram, fortalecendo e expandido a ideia. A divulgação do perfil no instagram é muito importante para o sucesso das ações.

Informações para participar:

  1. Leilões mensais no instagram @ceramicapelavida toda a primeira sexta-feira e sábado do mês.
  2. Escolhida a peça é só esperar iniciar o leilão às 18h e nos comentários colocar o valor do lance.
  3. A equipe de plantão avisa quando um lance é superado para instigar os interessados. Depois é só aguardar o resultado e o contato da equipe se for contemplado.

Paz e Pão até leilão 113 – 632.217,22 (seiscentos e trinta e dois mil, duzentos e dezessete reais e vinte e dois centavos), total 7. 822 cestas de alimentos. Total de 3.904 peças leiloadas.

Para o Rio Grande do Sul – leilões 114 a 118 o valor arrecadado foi de 58.264,00, sendo um total de 250 peças leiloadas.Total arrecadado em todos os leilões: 690.481,00 (seiscentos e noventa mil, quatrocentos e oitenta e um reais).

Compartilhe:

VÍDEOS

segunda-feira 22 julho
terça-feira 23 julho
quarta-feira 24 julho
Nenhum evento encontrado!

Facebook