Lançamento da Campanha da Fraternidade 2024

19 fevereiro, 2024

 

Cartilha escrita por bispos da Igreja Católica foi entregue durante a celebração dos 60 anos da Campanha e traz reflexões sobre a boa política, o combate às fake news e a necessidade de conscientização neste ano de eleições

Ontem, dia 18, a Arquidiocese de Vitória realizou a abertura da Campanha da Fraternidade 2024, marcando os 60 anos da Campanha que acontece ininterruptamente desde 1964 e preparando os fiéis para o período pascal.

A celebração realizada no Ginásio Dom Bosco, em Vitória, foi repleta de simbolismos em torno do tema central: a amizade social e fraternidade entre todas as pessoas. O lema utilizado neste ano é o versículo de Mateus 23,8: “Vós sois todos irmãos e irmãs”.

Durante o evento, todos os presentes receberam uma cartilha inspirada na Encíclica “Fratelli Tutti”, do Papa Francisco, que nos chama à responsabilidade política, social e ecológica. Essa cartilha pode ser baixada aqui, em PDF. 

A cartilha foi escrita por Bispos do Espírito Santo sobre a melhor política, para auxiliar na reflexão a respeito das eleições, a necessidade de atenção às mensagens falsas (fake news) e o cuidado com os extremismos.

“Estamos vivenciando no mundo inteiro um momento de disputas ideológicas se sobrepondo aos projetos coletivos e políticos. A igreja, preocupada com essa situação, propõe uma reflexão mais profunda sobre a nossa contribuição para o bem comum, não a disputa pelo poder. A união da sociedade em torno do bem estar de todos”, explicou o Pe. Kelder Brandão, Vigário para Ação Social, Política e Ecumênica.

 

 

 

 

Estandartes de todas as edições da Campanha foram exibidos

60 anos da Campanha da Fraternidade

A celebração de abertura também foi um momento de comemorar os 60 anos da Campanha da Fraternidade, essa Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil que ao longo dessas seis décadas tem sido um sinal profético na Igreja e na Sociedade, trazendo temas pertinentes à nossa vida eclesial e social.

As seis décadas de história e profetismo da Igreja no Brasil foi recordada através da entrada dos estandartes das Campanhas da Fraternidade, em ordem decrescente, lembrando seus temas e lemas.

Destaque para a desigualdade no Estado

Nas reflexões trazidas ao longo da celebração foi lembrada a condição dos mais carentes em nosso Estado, os moradores das periferias criminalizados e desrespeitados em sua dignidade, sofrendo dia e noite com a violência causada, ora pelo tráfico, ora por agentes de segurança pública.

E a fome que continua maltratando milhares de famílias capixabas. Muitas dessas famílias, sem sequer uma casa para morar, sendo obrigadas a viver nas ruas e praças.

E as preces reforçaram o pedido de que o Senhor nos ajude a redescobrir, a partir da Palavra de Deus, a fraternidade, a amizade social e a comunhão como elementos constitutivos de todo ser humano.

O objetivo é reforçar em cada um de nós a beleza, a convivência humana em fraternidade, valorizando o espírito da amizade entre nós. A amizade nos leva ao acolhimento, à reconciliação, fortalece a convivência fraterna, reforçou o arcebispo Dom Dario Campos.

 

Fotos: Pascom Paróquia Santíssima Trindade de Aribiri

Anexos

Compartilhe:

VÍDEOS

quinta-feira 18 abril
terça-feira 23 abril
quinta-feira 25 abril
Nenhum evento encontrado!

Facebook