Movimento de Cursilhos de Cristandade do Brasil

27 agosto, 2020

Nessa semana que estamos celebrando a semana do leigo, é importante lembrar que na Igreja existe um lugar fundamental para a vocação leiga. Os leigos ajudam a levar a palavra de Deus e o testemunho de Jesus Cristo no meio que vive. Assumir essa vocação é doar-se pelo Evangelho, como é o caso do Movimento de Cursilhos de Cristandade no Brasil.

Palavra vinda do espanhol “cursillos”, que significa “pequeno curso”, “cursinho”. É um Movimento Eclesial da Igreja Católica Apostólica Romana criado por leigos e orientado para leigos, que desde o seu nascimento, em 1944, na Ilha de Palma de Maiorca (Espanha), mostrou-se sempre fiel aos ensinamentos do Magistério.

Seu carisma consiste no anúncio querigmático da mensagem cristã às pessoas que participam, para torná-las aptas a anunciar a Boa Nova, levando-as a um encontro consigo mesma, com Jesus Cristo e com as realidades do mundo nas quais estão imersas.

O Movimento chegou ao Brasil na semana santa de 1962 e em 1973 foi realizado o primeiro Cursilho nas Arquidiocese de Vitória.

“O retiro do Cursilho é realizado uma ou duas vezes ao ano tanto na versão masculino como feminino para a Área Beneventes em Guarapari e em Vila Velha para as demais áreas que desejarem. O MCC desenvolve suas atividades através das Escola Vivencias semanais que são realizadas na Paróquia de São Francisco em Jardim da Penha, Nossa Senhora do Rosário no Centro de Vila Velha e Paróquia de São José em Muquiçaba – Guarapari e Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Alfredo Chaves. Nossas escolas são abertas para todos, mesmo quem ainda não fez o retiro do Cursilho”, nos conta o Luciano Prado, representante do GED Vitória na Comissão para o Laicato e membro da equipe de Comunicação e Eventos do GED Vitória.

O cursilho possui 4 Escolas Vivencias na Arquidiocese Vitoria (Alfredo Chaves, Guarapari, Vila Velha, Vitória). O número de “cursilhistas”, que frequentam, é cerca de 300 pessoas. Já passaram pelo cursilho pelo menos 10 mil pessoas.

“O nosso carisma é levar a pessoa ser um evangelizador de ambiente, não necessariamente precisa continuar frequentando”, afirma Luciano.

Estrutura Diocesana

O Grupo Executivo Diocesano (GED) Vitória coordena o Movimento de Cursilhos na nossa Arquidiocese. Esse grupo possui um Coordenador, um Vice-Coordenador, um Padre Assessor Eclesiástico e equipe de apoio.

Luciano Prado, representante do GED de Vitória, nos explica que “a função do GED-Vitória é coordenar as atividades a serem desenvolvidas pelo Cursilho em sua Diocese. Essas atividades são baseadas no carisma do movimento e decidido na Assembleia Diocesana. O grupo executivo também é responsável por manter o movimento em comunhão com a Diocese através do Assessor Eclesiástico e do Diretor Espiritual (o Bispo). Também é responsável pela sintonia com o Grupo Executivo Regional. A Assembleia Diocesana é órgão máximo do movimento dentro da Diocese”.

A assembleia diocesana é o lugar onde é decidido os rumos do movimento, as propostas de trabalhos e direcionamentos. O GED (Grupo Executivo Diocesano) é eleito pela Assembleia Diocesana de acordo com os respectivos Regimentos Internos e com o Estatuto do MCC.

* Coordenadora: Fernanda Maria Vieira Rosa – Paróquia São Francisco – Jardim da Penha

* Vice-Coordenadora: Fabíola Karla Correa Ribeiro – Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima – Bairro de Fátima

* Assessor Eclesiástico: Padre Cláudio Alves Moreira – Paróquia Santíssima Trindade – Vila Capixaba

* Assessor Eclesiástico Setor Guarapari- Padre Diego Carvalho dos Santos – Paróquia Nossa Senhora da Conceição- Centro Guarapari

Como participar das Atividades do Cursilho

1 – Para quem ainda não fez o Cursilho (Retiro)

O retiro do Cursilho na Arquidiocese de Vitória é realizado durante dois dias, iniciando sempre na noite de sexta-feira e terminando no domingo. O retiro é feito de forma separada para homens (cursilhos masculinos) e mulheres (cursilhos femininos), porém pode haver também cursilho misto (mesmo retiro para homens e mulheres). O objetivo do retiro é levar o homem e a mulher a um encontro com ele mesmo, com Deus e com o mundo que vive. Para participar basta procurar as escolas vivenciais e preencher a ficha de inscrição.

2 – Para quem ja fez o Cursilho

O MCC possui as Escolas Vivenciais: comunidade de cristãos que, desejando ser discípulos, procuram capacitar-se para “conhecer cada vez mais as riquezas da fé e do Batismo e vivê-las em plenitude crescente”. Na dinâmica desse conhecimento incluem-se a convivência fraterna, o estudo da Palavra de Deus e sua conscientização. A formação integral dada na Escola, abrange (a formação espiritual; a formação doutrinal; a formação social; a formação no campo dos valores humanos). Diante do momento que estamos passando as Escola Vivencias tiveram que se reinventar. Neste período as Escolas Vivenciais têm sido de forma virtual, porém continua com seu cronograma de formação.

Informações:

Fernanda – (27) 99745-3266 (Coordenadora Diocesana)

Thales – (27) 98165-6566 (Coordenador do Setor Guarapari)

Delma – (27) 99830-3138 (Coordenadora da Escola Vivencial de Vitória)

Regina – (27) 99279-5457 (Coordenadora da Escola Vivencial de Vila Velha)

Luciano Prado – (27) 99973-4261 (Representante do GED Vitória na Comissão para o Laicato e Equipe de Comunicação e Eventos do GED Vitória)

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

sexta-feira 1 outubro
domingo 3 outubro
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por