Movimento Mariano, rezando com e pela Igreja

27 agosto, 2020

O Santuário de Fátima em Portugal marca o início do Movimento Sacerdotal Mariano (MSM). Nesta semana que a Igreja dedica aos leigos na Igreja, vamos conhecer um pouco mais sobre este Movimento e o Movimento Mariano.

Origem

Em 1972 o padre Stéfano Gobbi, um italiano de Milão sentiu que Nossa Senhora o inspirava a rezar pelos sacerdotes e com eles formar um grupo de consagrados ao Imaculado Coração de Maria. No ano seguinte (1973) pe. Gobbi estruturou o Movimento Sacerdotal Mariano e criou também o Movimento Mariano que inclui a participação de religiosos, religiosas e leigos e, começou então, a difundi-lo pelo mundo.

O que se propõem os Movimentos?

O objetivo do Movimento Sacerdotal Mariano e do Movimento Mariano é que todos os membros rezem pela Igreja e com a Igreja. Esse propósito é assumido através de três compromissos: 1. Consagração ao Coração Imaculado de Maria. 2. A unidade ao Papa e à Igreja. 3. Conduzir os fiéis a uma vida de entrega confiante a Nossa Senhora.

Todos os que aderem ao Movimento assumem o compromisso de confiar totalmente em Nossa Senhora e tornarem-se testemunhas de comunhão e unidade num esforço constante de conversão, por meio da oração e da penitência.

Em forma de analogia o Movimento Assis se descreve: “Se compararmos a Igreja a uma grande árvore, poderíamos dizer que o objetivo do MSM não é acrescentar mais um ramo aos muitos já existentes, mas infundir nela uma força que, partindo do Coração Imaculado de Maria, se difunde por todos os ramos da Igreja, ajudando-os a desenvolver -se, cada um segundo a sua própria função e fisionomia particular, e comunicando a todos um maior vigor e beleza. É uma opção espiritual”.

A espiritualidade

O compromisso e a fé são renovados e alimentados através dos Cenáculos (encontros de oração e fraternidade). Nos Cenáculos acontece a oração do Terço; uma meditação sobre o livro deixado por pe. Gobbi que é considerado o seu testamento; a oração pelo Papa e pelo clero; e, a renovação da Consagração a Nossa Senhora.

Geralmente o Cenáculo é realizado nas famílias, mas também acontecem Cenáculos específicos para crianças e jovens.

Movimento Sacerdotal Mariano em números

No mundo cerca de 400 bispos e 300 mil sacerdotes diocesanos e de congregações religiosas estão inscritos no Movimento. Já os membros do Movimento Mariano não fazem inscrição o que impede precisar a quantidade, calculada em alguns milhões, disse Débora Carla Melotti Mello Cardoso que junto com o marido Ricardo Santos Cardoso, são responsáveis diocesanos pelo Movimento Mariano na Arquidiocese e atuam na paróquia Nossa Senhora de Guadalupe em Itapuã, Vila Velha.

 

Movimento Mariano na Arquidiocese de Vitória

Embora conhecidos como membros do Movimento Sacerdotal Mariano, na Arquidiocese de Vitória existe apenas o Movimento Mariano que está em quase todas as paróquias, conforme informações de Débora.  Contudo o número de participantes do Movimento na Arquidiocese não está disponibilizado.

Na paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, onde vivem os coordenadores arquidiocesanos, Débora explicou como é a programação anual: “além dos Cenáculos familiares, realizamos todo primeiro sábado do mês um Cenáculo Eucaristico com Adoração ao Santíssimo Sacramento, oração do Santo Terço, confissão e Santa Missa e, como parte do Calendário Paroquial, anualmente, no dia 12 de outubro, realizamos um Cenáculo nas areias da praia em honra a Nossa Senhora Aparecida e como forma de ação evangelizadora”.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

quinta-feira 28 outubro
sexta-feira 29 outubro
sábado 30 outubro
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por