Nossa Senhora das Graças, patrona de duas paróquias na Arquidiocese de Vitória

27 novembro, 2020

A Igreja celebra hoje a Festa de Nossa Senhora das Graças. Uma devoção que nasceu no Sec. XIX na França quando uma noviça, Catarina Labouré, teve uma visão de Nossa Senhora que se apresentou a ela como Senhora das Graças. Na mesma visão, Catarina vê também uma medalha que tem de um lado a imagem de Nossa Senhora e do outro a letra M com uma cruz e dois corações. Catarina então, entende que aqueles que pedirem uma graça a Nossa Senhora alcançarão. A devoção se espalhou pelo mundo, não só com pedidos de intercessão, mas também da medalha usada por muitos cristãos católicos como símbolo da presença de Nossa Senhora em suas vidas e como proteção pessoal e para suas famílias.

Na Arquidiocese de Vitória temos duas paróquias dedicadas a Nossa Senhora das Graças, uma em Jucutuquara, em Vitória, criada em 8 de dezembro de 1953, e outra em Itaparica, Vila Velha, criada em 29 de fevereiro de 2004, e uma reitoria na Igreja do Carmo no Centro de Vitória que, mensalmente, celebra a Medalha Milagrosa.

A paróquia em Itaparica realizou a novena a Nossa Senhora em três horários, por conta da necessidade do número reduzido de fiéis na Igreja em vista do distanciamento social exigido para evitar o contágio do Coronavírus. Segundo o pároco, pe. Gudialace Oliveira, as pessoas participaram e os três horários tiveram ocupação completa do número de lugares disponíveis que provam o quanto a devoção é forte. Além disso as missas foram transmitidas pelas redes sociais e tiveram inúmeras visualizações.

Impossibilitados de realizar a festa presencial com almoço comunitário, a cantina da paróquia funcionou no sistema drive thru e uma ação solidária foi realizada para mobilizar as pessoas e celebrar a festa mesmo que de forma diferente. Para as crianças também houve brincadeira com um pote de doces e a pergunta, quantos doces tem no pote, que também mobilizou a criançada.

Mas o destaque da Festa a cada ano é a ação solidária que a paróquia promove e este ano não foi diferente. A cada dia os fiéis foram convidados a levar um ítem para compor cestas básicas. Foram arrecadadas mais de duas toneladas de alimentos e as cestas serão distribuídas em dezembro.

Em Jucutuquara a paróquia iniciou os festejos em 18 de novembro com a Novena da Medalha Milagrosa, momentos de adoração, missas diárias, lives musicais e até carreata. Segundo o pe. Fernando de Souza “A Devoção à Nossa Senhora das Graças é vivida de maneira intensa em nossa paróquia, e mesmo com as restrições deste ano, temos conseguido celebrar de forma alegre e fervorosa”. Hoje será o ponto auge das celebrações com o Ofício à Nossa Senhora às 18h30 e Missa às 19h. Tudo transmitido pelas redes sociais.

Oração a Nossa Senhora das Graças

“Ó Imaculada Virgem Mãe de Deus e nossa Mãe, ao contemplar-vos de braços abertos derramando graças sobre os que vo-las pedem, cheios de confiança na vossa poderosa intercessão, inúmeras vezes manifestada pela Medalha Milagrosa, embora reconhecendo a nossa indignidade por causa de nossas inúmeras culpas, acercamo-nos de vossos pés para vos expor, durante esta oração, as nossas mais prementes necessidades (momento de silêncio e de pedir a graça desejada).

Concedei, pois, ó Virgem da Medalha Milagrosa, este favor que confiantes vos solicitamos, para maior Glória de Deus, engrandecimento do vosso nome, e o bem de nossas almas. E para melhor servirmos ao vosso Divino Filho, inspirai-nos profundo ódio ao pecado e dai-nos coragem de nos afirmar sempre como verdadeiros cristãos. “

Rezar 3 Ave Marias.

Jaculatória contida na Medalha:

“Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós”. Amém.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

quarta-feira 4 agosto
sexta-feira 6 agosto
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por