O Seminário e sua história (IV)

12 agosto, 2021

Dom Geraldo Lyrio Rocha: Seminarista e depois Reitor do Seminário N. Sra da Penha em dois períodos (1970-1976; 1978-1983). Foi ordenado Bispo em 1984.

No ano de 1969, o Seminário migrou da Fazenda São José (Km 07 – Município de Viana) para o antigo Orfanato Cristo Rei (Convento de São Francisco), que era a Residência Episcopal desde 1960. Com esta mudança, a comunidade formativa passa a ter sua sede no Centro de Vitória, e começa uma fase de insegurança, indecisão e busca de novos rumos.

Ainda neste ano, os formadores do Seminário decidem não mais enviar os seminaristas para os cursos superiores em Belo Horizonte, por julgarem que não há nos alunos maturidade suficiente para uma opção mais clara pelo sacerdócio.

Em agosto de 1967, havia retornado de Roma e sido ordenado o Pe. Geraldo Lyrio Rocha, que desde então assumira o cargo de Diretor Espiritual do Seminário. Em 1970, Pe. Rubens Duque passa a residir na Paróquia do Bom Pastor, em Campo Grande, onde já atuava desde o ano anterior. Pe. Geraldo Lyrio assume, então, a Reitoria.

Foram momentos difíceis, nos quais repercutiram a crise do clero e a renovação eclesial do Pós-Concílio Vaticano II. A equipe de formadores decidiu, então, tentar uma nova proposta, oferecendo aos alunos concludentes do curso clássico a possibilidade de optar por qualquer curso superior na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), sendo, ao mesmo tempo, acompanhados pelo Seminário.

No ano de 1974, dos trinta alunos que haviam começado os estudos, somente um havia se decidido pelo sacerdócio: Jair Côco. No segundo semestre do mesmo ano, outro candidato veio se juntar a Jair na caminhada: Antônio Rocha de Araújo (Pe. Toninho). Nessa época, até a possibilidade de fechamento do Seminário foi cogitada, mas foi superada pela disposição do Reitor, que, apoiado pelo Arcebispo, insistiu em manter a casa em funcionamento.

O ano de 1975 se iniciou com 4 seminaristas, e, a partir daí, o número de vocacionados voltou a crescer. No mesmo ano, em cerimônia comemorativa pelos 10 anos de Episcopado de Dom Luiz Gonzaga Fernandes (Bispo Auxiliar de Vitória), foram admitidos às ordens sacras: Antônio Rocha de Araújo; Bruno Todai; Celso Nilo; Jair Côco e Renato de Castro Gama. Posteriormente, foram ordenados diáconos Antônio Rocha e Jair Côco (1976).

CRUZ, Arnóbio Passos. Seminário Nossa Senhora da Penha: 50 anos de história (1951-2001). Vitória, 2001.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

terça-feira 5 julho
quarta-feira 6 julho
quinta-feira 7 julho
sexta-feira 8 julho
domingo 10 julho
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por