Oração virtual na pandemia

21 abril, 2021

Há mais de um ano o mundo enfrenta a pandemia de Covid-19. Entre altos e baixos a vida de todos teve mudanças significativas. A falta do convívio social e a necessidade do afastamento de atividades comuns do dia-a-dia tem causado um grande prejuízo mental e espiritual para a vida das pessoas. Em relação às Igrejas, comunidades e movimentos, tem encontrado nas transmissões online um meio de chegar aos necessitados da palavra de Deus.

Por meio das lives nas redes sociais milhares de pessoas estão indo ao encontro ao Senhor. Frei Gilson Carmelita Mensageiro do Espírito Santo, por exemplo, começou na quaresma deste ano a oração do Santo Rosário às 4h da manhã. A transmissão foi feita pelo seu perfil no Instagram, no Facebook e no Youtube. Em um vídeo publicado no Instagram ele mesmo explica que alcançou muitas conversões, curas e milagres neste período e que ficou surpreso ao terminar a oração da madrugada com mais de 240 mil pessoas assistindo.

“Neste ano de 2021 nós vivemos uma quaresma maravilhosa. Deus nos pediu sacrifício, oração e caridade e nós realizamos isso acordando as 4h da manhã, ou seja, muita oração. Acordar 4h da manhã é sacrifício. Também fizemos caridade nessa quaresma e tiramos mais de mil pessoas das ruas para serem tratadas em casas de recuperação. Foi um verdadeiro retiro com o Rosário às 4h da manhã e à noite a missa com pregações de Santo Afonso Maria de Ligório”, detalha.

Os resultados da ação foram tão positivos que agora o religioso continua fazendo a oração do Santo Rosário, às 4h da manhã, não mais diariamente, mas todas as sextas-feiras. O religioso explica que a sexta-feira é dia de sacrifício e penitência e estão fazendo uma preparação para a Quaresma de São Miguel Arcanjo – que começa dia 15 de agosto e serão mais 40 dias acordando às 4h para rezar.

Na Comunidade Água Viva, em Vila Velha, desde que começou a pandemia eles pensaram em uma forma de continuar a missão e continuar dando principalmente um suporte as pessoas, porque a situação exigia e ainda exige mais atenção ao povo e não um afastamento. Segundo a fundadora da Comunidade, Raquel Carpenter, há mais de um ano começaram a fazer as lives pelas redes sociais e fazer os atendimentos de oração pelo telefone dando esse suporte de uma forma personalizada.

“Começamos as lives do Sangue de Jesus, às 21h, com uma única transmissão. A partir daí vendo o quanto isso era importante e estava realmente atingindo as pessoas nós continuamos com 100 pessoas participando e hoje já são 7 mil e 500 pessoas na live online todas às noites, ao vivo. Isso sem contar depois as visualizações. Então a gente percebe a grande necessidade de estarmos juntos com as pessoas. E depois iniciamos outras lives, às 2h da manhã e 3h da manhã, na hora da misericórdia, mas de forma eventual”.

Recentemente a comunidade realizou um Cerco Jericó virtual que começou no dia 13 de abril e se encerrou ontem. Raquel conta que foram 7 dias e 7 noites com orações e palavra e que foi um desafio para todos, pois é diferente realizar o Cerco de Jericó nas missas, com os padres e fazer de forma online. Mas ela revela que foi espetacular e o resultado também, porque as pessoas experimentaram muitas graças. Durante todo os dias iniciaram com as 7 palavras bíblicas e a benção diante do Santíssimo Sacramento e tiveram a presença de 7 sacerdotes conduzindo e rezando junto deles.

Sobre a importância de se ter esses momentos de oração e Fé de forma online, Raquel conta que em um primeiro momento não tinha a dimensão do quanto isso poderia intervir e ajudar. Hoje, ela detalha que já tem muitos testemunhos da intervenção de Deus através das lives: pessoas que estavam pensando em desistir, foram tocadas. Outras que se encontravam em quadro depressivo, saíram e pessoas que estavam pensando em suicídio, desistiram.

“Hoje a gente percebe o suporte que a live dá para as pessoas e muitas já dizem ‘não vivo sem’. Quando nós começamos nem imaginamos em fazer todos os dias, mas o resultado e o retorno das pessoas é fundamental. É como se fosse um remédio diário e nós então entendemos que a gente não tinha como parar. Você vê que realmente para nós que não tínhamos a dimensão e não tínhamos condição de investir, hoje mantemos lives todos os dias”.

Também em Vila Velha, a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro vai começar no próximo dia 26 de abril o seu Cerco de Jericó com transmissões online. Até o dia 02 de maio serão realizados três importantes momentos de oração ininterruptamente: às 15h, o Terço da Misericórdia; às 18h, o Terço Mariano e às 19h, Missa e Adoração. Toda a programação será conduzida pelo pároco, Padre Anderson Gomes e poderá ser acompanhada ao vivo pelas redes sociais da paróquia e do próprio padre.

Segundo a coordenadora da Pascom da paróquia, Fernanda Hertel, “em um momento de grandes tribulações, no Cerco de Jericó toda a Comunidade é convidada a vivenciar momentos intensos de oração, louvor e adoração, para que sejam derrubadas todas as muralhas que nos impedem de prosseguir em nossa caminhada”.

A princípio toda a programação do cerco será online, mas caso haja alguma mudança na classificação de risco do município de Vila Velha será avaliada a possibilidade de participação presencial dos fiéis, de acordo com o número de vagas permitido dentro da Igreja Matriz.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

quinta-feira 24 junho
sábado 26 junho
domingo 27 junho
segunda-feira 28 junho
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por