PERDOAI-NOS A GUERRA SENHOR!

25 março, 2022

Perdoai-nos a guerra Senhor!
Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, tende misericórdia de nós, pecadores!
Senhor Jesus, nascido sob as bombas de Kiev, tende piedade de nós!
Senhor Jesus, morto nos braços de sua mãe em um bunker em Kharkiv, tende piedade de nós!
Senhor Jesus, enviado para o front aos 20 anos, tenha piedade de nós!
Senhor Jesus, que vedes ainda as mãos armadas sob a sombra da sua cruz, tenha piedade de nós!
Perdoai-nos Senhor, se não contentes com os pregos com que perfuramos a Sua mão, continuamos a beber do sangue dos mortos dilacerados pelas armas.
Perdoai-nos Senhor, se estas mãos que criastes para cuidar se transformaram em instrumentos de morte.
Perdoai-nos Senhor, se continuamos a matar nossos irmãos!
Perdoai-nos Senhor, se continuamos como Caim a ergueras pedras da nossa terra para matar Abel.
Perdoai-nos Senhor, se continuamos a justificar, com a nosso cansaço, a crueldade, e se com nossa dor legitimamos a brutalidade de nossas ações.
Perdoai-nos a guerra Senhor! Perdoai-nos a guerra Senhor!
Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, vos imploramos detenha a mão de Caim, iluminai a nossa consciência! Não faça a nossa vontade, não nos abandoneis às nossas ações.
Parai-nos Senhor! Parai-nos Senhor!
E quando tiveres detido as mãos de Caim, tomai conta dele também. Ele é nosso irmão.
Oh Senhor! Parai a violência! Parai-nos Senhor.
Amém!!!

A oração que o papa rezou, com doloroso pesar e emoção é de quem realmente compartilha a dor do sofrimento destes dois países tão ligados historicamente por muitas situações de dominação abusiva e cruel. Papa Francisco faz um verdadeiro e intenso clamor a Nosso Senhor para ter misericórdia de nosso mundo e nos perdoar por esta cruel guerra. Para fazer apenas um recorte histórico mais recente, grande parte do povo (especialmente do interior) da Ucrânia, no tempo do Stalin, foi obrigado a passar fome, a não ter nada para comer a não ser cascas de árvore, produzindo toneladas de comida que, eles mesmos sob o domínio dos cruéis soldados stalinistas, empacotavam e carregavam nos trens, para a Rússia, que tinha que manter para o mundo a imagem de êxito da revolução comunista. Os Ucranianos aprenderam   sobre o comunismo, não nos livros, em narrativas ideológicas, mas na carne e nas histórias de suas próprias famílias. Os Ucranianos preferem morrer do que serem novamente dominados pela Rússia. Para eles essa é uma “guerra total”.

Os Russos estão divididos internamente, muitos contra a guerra, mas sem liberdade de se expressarem, muitos que se envergonham do passado (os que conhecem). Para os russos essa pretendia ser uma “guerra limitada”. Achavam que ia ser fácil, que a Ucrânia não fosse oferecer resistência, mas no povo ucraniano, mesmo não podendo expressar seus profundos traumas estes estavam lá, reprimidos. Imaginar revivê-los é terrificante. A Rússia não imaginou a reação da sua própria sociedade, das empresas sediadas nela e agora faz de tudo para manter seu desejo de expansão do seu poder. Hoje está cada vez mais claro que essa guerra pode ter consequências graves.

Por isso Papa Francisco chamou todos nós, todos os seus bispos para que, junto com o papa emérito Bento XVI, hoje, sexta-feira 25/03/2022 às 13:00 horas façamos a consagração da Rússia e da Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria. Este é um pedido de Nossa Senhora em Fátima há mais de um século atrás. Nossa Senhora de Fátima prenunciou os danos imensos que a Rússia, com a sua deserção da fé cristã e adesão ao totalitarismo comunista, haveria de causar se a humanidade não desse ouvidos aos apelos que ela vinha fazer. O que de fato aconteceu: a revolução comunista na Rússia eclodiu um mês depois da sexta aparição e a segunda guerra mundial alguns anos depois. Ela Pediu que rezássemos pela conversão da Rússia e a Consagração deste país ao seu Imaculado Coração

Como o Papa Francisco rezou, é Jesus que está em cada inocente morto. É nosso distanciamento de Deus, nossa acomodação nesse distanciamento que abre espaços para “Caim”. Vamos todos rezar para que a mão de Caim seja detida! Para que a nossa violência seja detida!

Perdoai-nos a guerra Senhor! Oh Senhor! Parai a violência!  PARAI-NOS Senhor

Vania Reis

[email protected]

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

quinta-feira 29 setembro
sexta-feira 30 setembro
sábado 1 outubro
Nenhum evento encontrado!

Facebook