Podcast mês Vocacional

1 agosto, 2023

Durante o mês de agosto a Igreja do Brasil celebra o mês vocacional e o Vicariato para Comunicação da Arquidiocese de Vitória preparou uma série de podcasts com pessoas que representam estas vocações para iluminar este momento. Na próxima sexta-feira (04) é celebrado o dia do padre e começando a programação o primeiro podcast foi gravado nesta terça-feira (01) conduzido por padre Anderson Gomes, Vigário Episcopal para a Comunicação, com padre Hadeleon Santana, padre Jacqueson Pimentel e Padre Renato Criste. A gravação aconteceu no Centro Católico de Estudos, em Vitória.

Logo no início da conversa cada padre contou como foi seu chamado para a vocação sacerdotal e de forma bem descontraída fluiu a entrevista falando sobre suas experiências, dificuldades, sobre lazer e suas vidas de forma geral. A gravação será publicada no Youtube da Arquidiocese na próxima sexta-feira (04). Nas histórias sobre a formação, como seminaristas, padre Hadeleon contou sobre sua dificuldade fraterna, de relacionamento com os irmãos e um momento muito divertido foi um acontecimento ligado a São José.

Durante o bate papo os sacerdotes também falaram sobre momentos de fraternidade neste processo vocacional. “A vocação tem que ser vista como um dom, uma decisão no processo formativo. Ser padre é uma vocação, uma possibilidade, mas deve ser vivido como um dom, se não vamos ser ‘jogados’ dentro do clero e aí tudo será mais difícil”, explicou padre Renato.

Padre Anderson destacou os grandes amigos que fez durante o período do seminário e afirmou que a convivência tem um lado muito positivo. Ao decorrer do podcast foram colocadas fotos dos padres convidados na TV do estúdio em seus momentos de família, de intimidade e padre Anderson provocou fazendo questionamentos que muitas vezes são feitos pelos próprios fiéis. Padre Jacqueson relembrou que “a gente fica muito submetido a essa opinião que as pessoas têm, de como deve ser ou não a vida do padre”.

Um consenso é que diante de tantas adversidades, principalmente hoje em que a redes sociais estão em tanta evidência, é preciso transmitir essa leveza da vida: “eu acho que sobretudo para mim, eu passei muito tempo com uma consciência que eu tinha que ser muito fechado, muito resguardado, mas as ajudas que temos na vida nos ensinam que não é isso que nos faz ser santos, pois o padre é gente, é ser humano”, destaca padre Hadeleon.

Em relação a como os padres precisam lidar com as críticas dessa exposição nas redes padre Renato destacou: “a gente não precisa ser bonito, ser feio, ser mais ou menos, para atrair. Padre de algum modo vai despertar alguma atração e essas situações a gente vai precisar lidar com elas em todos os momentos e todas as situações. Essa clareza a gente precisa ter: da minha identidade, quem eu sou, onde eu estou, o que estou fazendo. E a diferença é que agora temos as redes sociais e a gente posta. Mas tudo é muito sadio, isso é humano”.

O bate papo foi leve e divertido e o conteúdo completo será publicado no dia do padre para comemorar a data. Na próxima semana será gravado um novo conteúdo falando sobre família, e ainda durante o mês de agosto acontecem novos podcasts com religiosos e religiosas e leigos e leigas, cada um em sua semana respectiva de reflexão.

Compartilhe:

VÍDEOS

quinta-feira 18 abril
terça-feira 23 abril
quinta-feira 25 abril
Nenhum evento encontrado!

Facebook