Profissionais da Saúde levam Eucaristia para pacientes com COVID-19

11 novembro, 2020

Neste tempo de pandemia, padres, ministros e agentes da Pastoral da Saúde – assim como os visitantes de forma geral – ficaram impedidos de entrarem nos hospitais e principalmente ter acesso aos pacientes isolados com COVID-19. Diante dessa dificuldade a Arquidiocese de Vitória encontrou uma nova forma de levar a Eucaristia a esses doentes que sofrem e precisam de esperança: profissionais da saúde que atuam na linha de frente de combate a doença foram preparados para auxiliar a Igreja e ministrar a comunhão a estes doentes.

Dom Dario Campos, Arcebispo Metropolitano de Vitória, explica que nas paróquias existem irmãos ou irmãs médicos, enfermeiros e enfermeiras, que trabalham nos hospitais e já tem acesso às enfermarias e UTIS: “então se eles estão lá dentro medicando e participam da comunidade, são cristãos, católicos, comungam e tem um irmão que está doente e não pode receber a Eucaristia, que o pároco ou administrador paroquial prepare este profissional para que ele leve a comunhão ao enfermo naquele instante, para que ele não fique sem Jesus nesse momento”.

De acordo com padre Vandaike Costa Araújo, coordenador da Pastoral da Saúde na Arquidiocese de Vitória, foi pedido que os padres, paróquias e até mesmo os hospitais indicassem estes enfermeiros e médicos católicos que atuam na linha de frente contra o coronavírus e participam da Igreja, para que se tornem instrumento e levem o Sacramento da Eucaristia aos enfermos que estão conscientes e manifestam o desejo de comungarem.  

“Esses profissionais são os nossos braços, são pessoas que se colocaram a disposição e tem desejo de atuarem como ministro, sem serem efetivamente ministros. Eles precisam ter ligação com o hospital e não podem ser da Pastoral da Saúde, aposentado ou que atenda em consultório porque é preciso ter acesso aos doentes isolados.”, detalha padre Vandeike.  

Essa é uma ação pontual, conforme destaca Dom Dario, mas que pode abrir espaço para novas vocações dentro da Igreja: “pode ser que esse profissional vai se sentir tão reconhecido por Jesus e pode pensar que quer ser uma presença católica e cristã dentro do hospital. Acho que esta é uma porta que se abriu a nível pastoral”.  

Formação dos profissionais 

A formação está acontecendo de forma online. Por meio do Departamento de Pastoral foi produzida e enviada uma carta para os padres e áreas pastorais comunicando a possibilidade e foi feita uma declaração para cada profissional da saúde que atua levando a Eucaristia no hospital. Padre Vandaike enfatiza que na preparação os conteúdos ministrados são: a importância da Eucaristia, como manusear a comunhão e a forma prática de oração. Também é oferecida uma apostila com itens básicos para atuação.  

Alguns profissionais já foram capacitados e estão atuando, mas existe a possibilidade de novas pessoas fazerem parte dessa ação. Se estiver trabalhando na linha de frente contra a COVID-19 e sentir o desejo de levar a comunhão aos que necessitam, basta a pessoa procurar a secretaria de sua paróquia e manifestar sua vontade. A paróquia vai comunicar o Departamento Pastoral para que se forme uma turma.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

sábado 19 junho
segunda-feira 21 junho
quinta-feira 24 junho
sábado 26 junho
Nenhum evento encontrado!

Facebook