“Se teu olho te leva a pecar…”

26 setembro, 2021

Eder Hoffmam IQuem não é contra nós é a nosso favor” (Mc 9, 40).

A Santa Mãe Igreja nos propõe, neste Domingo, mais uma perícope do Evangelho segundo São Marcos. Junto de seus discípulos, Jesus ensina-lhes o valor da missão do apostolado e, igualmente, as consequências do anúncio e vivência dos valores cristãos.

A profecia – lembra-nos a leitura do Livro de Números 11,25-29 – brota do Espírito de Deus. Seus desígnios e desejos são, portanto, irrepreensíveis e impossíveis de serem atalhados pelo homem. Quando informado que um homem desconhecido exorcizava, Jesus viu naquela ação a manifestação da vontade divina de libertar todos os homens. Se alguma ação é boa – assim ensinou-nos o Senhor– não deve ser impedida: “Quem não é contra nós é a nosso favor” (Mc 9,40).

Contudo, se vivemos e praticamos ações que desagradam a Deus, devemos prontamente rejeitá-las, ainda que nos causem grande perda. Os exemplos de Jesus causam-nos certo espanto pela força de suas palavras: o Senhor nos diz que é melhor perder alguns membros (olhos, mãos e pés) e entrar para a Vida do que, tendo todos, sermos lançado no inferno.

Ninguém negará que possuir mãos, pés e olhos sejam coisas boas. Quantas proezas, quantas maravilhas o ser humano já produziu com suas mãos (as artes, as ciências e a literatura, somente por exemplo); quantos lugares foram desbravados com seus pés e quantas maravilhas foram contempladas por seus olhos!

Mas, com pesar, devemos lembrar dos horrores que os nossos olhos já testemunharam com indiferença; das vezes que pisoteamos aqueles que necessitavam de nossa ajuda; dos instrumentos de morte e destruição que nossa mão foi capaz de empunhar.

Assim como nossos membros, nossa existência pode ser sinal de vida e edificação ou manifestação de morte e destruição. Cabe a nós, pela graça de Deus, discernir e manter em nossa vida cotidiana tudo que seja bom, justo e agradável a Deus e nossos irmãos, afastando de nós toda prática nociva e danosa a nossos irmãos.

Usemos com Sabedoria os dons que Ele nos confiou para a edificação de Sua obra. Vivamos nossa vida com nossas mãos, pés e olhares para aquele que é a fonte da Vida (Jo 4,14). Ele nos amará e saberá recompensar o mais simples ato de bondade, ainda que seja dar um copo de água ao que necessita (Mc 9,41). 

Eder Hoffmam Daniel 

Seminarista do 4º ano de Teologia.

Paróquia de origem: Bom Pastor – Campo Grande – Cariacica.

Paróquia de estágio Pastoral: Ressurreição – Goiabeiras – Vitória.

Compartilhe:

VÍDEOS

quarta-feira 7 dezembro
quinta-feira 8 dezembro
sexta-feira 9 dezembro
Nenhum evento encontrado!

Facebook