Semana de oração pela unidade cristã

12 maio, 2022

De 29 de maio a 5 de junho de 2022, Igreja cristãs se unem para celebrar a Semana de Oração pela Unidade Cristã. Leia a matéria e o convite publicado no site da CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

Comunidades católicas do Brasil se preparam, com outras Igrejas cristãs, para a celebração da Semana de Oração pela Unidade Cristã (SOUC), edição 2022, de 29 de maio a 5 de junho. Organizada pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos e pela Comissão Fé e Constituição do Conselho Mundial de Igrejas, a SOUC deste ano tem o tema: “Vimos o seu astro no oriente e viemos prestar-lhe homenagem”, tendo como base o versículo 2, do capítulo 2, do Evangelho de Mateus.

Em Blumenau,  nos dias 9 e 10 de maio, o Conselho de Igrejas para Estudo e Reflexão (CIER), extensão do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC) em SC, realizou um seminário on-line Preparatório da SOUC 2022, com a assessoria da secretária-geral do CONIC, pastora Romi Benke.

O Núcleo Ecumênico de Blumenau está em ritmo de preparação da Celebração da SOUC 2022, a ser realizada dia 29 de maio, às 17h, na Capela Ecumênica na cidade de Pomerode, da qual participarão o pastor sinodal do Sínodo Vale do Itajaí, Guilherme Lieven, e o bispo de Blumenau, dom Rafael Bienarski. Integram o Núcleo, a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB), a Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB), a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e a Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR).

De acordo com o presidente do Núcleo Ecumênico de Blumenau, padre Raul Kestring, na capela onde acontecerá a celebração (foto abaixo), famílias luteranas e católicas utilizam o mesmo espaço sagrado sob a orientação do padre e do pastor num inequívoco testemunho de convivência solidária, a caminho da visível unidade.

Capela ecumênica na cidade de Pomerode (SC) | Foto: padre Raul Kestring

Amizade: primeiro passo para o diálogo ecumênico

Na diocese de São José dos Campos (SP), no Vale do Paraíba, cinco celebrações, que envolverão oito regiões pastorais e diferentes Igrejas que participam da caminhada ecumênica local, marcarão a SOUC 2022. A Celebração de Abertura será na Igreja de Nossa Senhora das Graças, dia 30 de maio, às 19h30, e contará com pregação do bispo diocesano, dom José Valmor Cesar Teixeira, e do reverendo, Reinaldo de Souza, representante da Igreja Anglicana Família. A celebração tem o mesmo tema da SOUC 2022. Confira aqui a programação.

O assessor da Comissão Diocesana do Diálogo Ecumênico da diocese de São José dos Campos, padre Sebastião Cesar Barbosa, conta que a caminhada ecumênica na diocese se fortaleceu a partir da celebração, em 2000, do Grande Jubileu na Igreja Católica. Segundo ele, a aproximação ecumênica na diocese se dá entre a Igreja Católica Apostólica Romana, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) e a Igreja Anglicana Família, pertencente à diocese de João Pessoa (PB).

De lá para cá, o grupo lançou a Cartilha Ecumênica, escrita em conjunto pelo Conselho Latino-Americano de Igrejas (CLAI) e o CONIC, promoveu uma grande celebração que marcou os 500 anos da reforma protestante, um momento de Oração na Câmara Municipal baseada nos cantos da tradição da Igreja Cristã e um ato para marcar os 20 anos da Declaração Conjunta entre Católicos e Luteranos sobre a Doutrina da Justificação.

De acordo com o padre, atividades como a Semana de Oração pela Unidade Cristã são importantes para dar mais visibilidade à promoção do ecumenismo na Igreja Católica fazendo que ele não seja um tema periférico e fique apenas nas discussões dos líderes das Igrejas mas chegue às bases e na vida das comunidades. A caminhada ecumênica, segundo ele, precisa começar aprofundando a amizade entre as diferentes Igrejas tendo em vista o diálogo.

“Precisamos tornar mais clara a proposta ecumênica da Igreja Católica a partir do Concílio Vaticano II. Já se passaram mais de 50 anos do Concílio Vaticano II e o tema do ecumenismo ainda encontra muitas resistências entre lideranças católicas do país”, disse,

Caminhar juntos na Esperança e na unidade

O bispo de Cornélio Procópio (PR) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Manoel João Francisco, conclama a Igreja no Brasil a se preparar para celebrar a Semana de Oração pela Unidade Cristã com muito fervor.

“A pandemia global do COVID – 19, a permanente crise econômica e o fracasso das estruturas políticas, econômicas e sociais na proteção aos mais fracos e vulneráveis destacaram a necessidade global de uma luz que brilhe na escuridão. A estrela que brilhou no oriente, o Oriente Médio, dois mil anos atrás, ainda nos chama à manjedoura, onde Cristo nasceu. Ela nos conduz para onde o Espírito de Deus está vivo e ativo, para a realidade do nosso batismo e para a transformação de nossos corações”.

Para o assessor da Comissão para o Ecumenismo e subscretário adjunto de Pastoral da CNBB, padre Marcus Barbosa, o lema bíblico da SOUC deste ano “Vimos o seu astro no Oriente e viemos prestar-lhe homenagem” é um forte convite, nestes tempos tão sombrios, para levantar a cabeça e caminhar na esperança e na unidade, seguindo a estrela que Deus faz brilhar sobre nós.

“O encontro com Jesus e com os irmãos e irmãs nessa Semana da Unidade, na adoração e partilha, certamente será mais uma oportunidade que nos fará percorrer caminhos novos que testemunhem com menos palavras e mais ações o desejo expresso por Jesus “Que todos sejam um” (Jo 17,21)”, destaca.

Papa Francisco: “Ao cristão não é viável ir sozinho com a própria confissão”

No dia 6 de maio deste ano, o Papa Francisco recebeu os participantes da Plenária do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos. No encontro, o Santo Padre enfatizou que hoje para um cristão não é possível, não é viável, ir sozinho com a própria confissão. “Ou vamos juntos, todas as confissões fraternais, ou não caminhamos. Hoje, a consciência do ecumenismo é tal que não se pode pensar em seguir no caminho da fé sem a companhia de irmãos e irmãs de outras igrejas ou comunidades eclesiais. E isto é uma grande coisa. Sozinho, nunca. Não podemos”, reforçou.

Papa: “não se pode pensar em seguir no caminho da fé sem a companhia de irmãos e irmãs de outras igrejas ou comunidades eclesiais” | Foto: VaticanNews

Saiba mais:
Conic disponibiliza e-book gratuito preparatório à Semana de Oração pela Unidade Cristã 2022
Para encoraja participantes na plenária do Pontifício Conselho para a Unidade dos Cristãos “a desejar mais que nunca a unidade”

 

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

segunda-feira 26 setembro
quinta-feira 29 setembro
sexta-feira 30 setembro
Nenhum evento encontrado!

Facebook