Transmissões online na zona rural

18 junho, 2020

Em cada transmissão ao vivo nas diversas redes sociais, existem inúmeros bancos vazios e celebrações sem a participação dos fiéis fisicamente nas paróquias e comunidades. É a partir do trabalho dos agentes da pastoral de comunicação na Arquidiocese de Vitória que muitas transmissões online têm acontecido, permitindo uma aproximação dos fieis com seus padres, bem como dos momentos de oração. 

Apesar das plataformas digitais utilizadas e do esforço que é realizado para expandir a comunicação pastoral, as informações correm o risco de não chegar a todas as comunidades da Área Pastoral Serrana que compreende os municípios de Domingos Martins, Afonso Cláudio, Brejetuba, Marechal Floriano, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá.

Ao refletir a respeito da comunicação na área pastoral, o coordenador Pe. José Carlos Pinto Barbosa, pároco da paróquia São Sebastião em Afonso Cláudio afirma que ao redor ainda existe uma precariedade do sistema de telefonia, mas que mesmo assim é possível ter em toda a região. Ele ainda diz que o rádio é o instrumento mais eficaz para todos os fiéis.

“A transmissão pela rádio, tem o objetivo de atender as pessoas idosas doentes e outros. Pois o rádio, para muitos, é um amigo constante, para informação e para oração. Com os coordenadores das comunidades, utilizamos as mensagens pelo WhatsApp. ”, explicou.

O agente da Pascom Pedro Natan, da paróquia Sant´Ana em Marechal Floriano, contou como foram os primeiros dias de transmissão na Igreja. Ele explicou que nem todas as famílias possuem acesso as transmissões. “Por ser de interior, nem todo mundo tem acesso. Mas, nós fazemos uma boa divulgação, uma boa instrução. Fizemos vários vídeos ensinando os fiéis de como eles poderiam fazer para acompanhar as celebrações neste tempo de pandemia. ”

De acordo com Pedro Natan, após as celebrações eucarísticas transmitidas ao vivo aos domingos, os fiéis podem ir à Igreja receber a sagrada comunhão e neste período em que a Igreja fica aberta os agentes da pastoral de comunicação ficam dando assistência aos fiéis que não conseguem utilizar as ferramentas de comunicação, principalmente os mais idosos.

“A gente pergunta as pessoas se eles estão conseguindo acessar, como está chegando o sinal. Aqueles que não sabem como, a gente pega e ensina e mexer ali na hora. Estamos tendo um retorno muito bom, superando todas as expectativas mesmo sendo comunidades do interior. ”

Transmissão da fé

O padre Santhosh Paul D’Souza svd, da paróquia de Santa Isabel em Domingos Martins relata que tem se mostrado possível manter a participação dos fiéis pelas redes sociais, apesar de grande parte ser composta por idosos. Cerca de 150 fieis acompanham semanalmente as celebrações pelas redes sociais.

“Hoje, temos sete comunidades na área rural. A maioria das pessoas são agricultores. Eles são expostos a risco devido o contato com a CEASA e feiras livres na Grande Vitória. Por bem, sendo prudentes não estamos realizando as missas presenciais. ”, explica.

De acordo com o padre todas as comunidades têm acesso à internet. Mas muitos que moram na zona rural não conseguem acompanhar as missas da paróquia por duas razões: a baixa velocidade de internet e por ser um público mais idoso, eles preferem as missas nas tvs católicas ou pelo rádio.

“Eles já assistiam essas missas pelas tvs católicas antes da pandemia. Para a continuidade da evangelização estamos transmitindo duas missas por semana e uma aos domingos. E, aqueles que não possuem contato com as transmissões online, nós enviamos as versões digitais do Folheto Caminhada para eles celebrarem nas casas em família. ”, afirmou o padre.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

quinta-feira 24 junho
sábado 26 junho
domingo 27 junho
segunda-feira 28 junho
Nenhum evento encontrado!

Facebook

endereço

R. Soldado Abílio Santos, 47
Centro, Vitória – ES, 29015-620

assine nossa newsletter

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

© Copyright Arquidiocese de Vitória. Feito com por