Vicariato para Ação Social prepara ações para 2024

31 outubro, 2023

 

Representantes das pastorais sociais, projetos sociais e de todos os organismos que compõem o Vicariato para Ação Social, Política e Ecumênica da Arquidiocese de Vitória estiveram reunidos no sábado (28) para sua Assembleia Anual.

Além dos leigos, o momento contou com a presença de seminaristas, diáconos, padres e com o bispo auxiliar, dom Andherson Franklin e o arcebispo de Vitória, dom Dario Campos.

Em sua fala inicial, Dom Andherson expôs a importância da construção de uma igreja em saída e dos presentes assumirem a missão de cristãos. “O Papa Francisco nos chama atenção para uma igreja em saída, mas isso não é uma realidade de agora, a igreja sempre foi portadora de um anúncio, que deve guiar a todos a ir em direção da humanidade e abraçá-la. Não estamos fazendo missão, nós somos a própria missão de Deus”, alertou.

Dom Andherson complementa: “Diante dos desafios do mundo nos sentimos enfraquecidos e diminuídos. Às vezes temos o sentimento que não estamos sendo preparados para ir ao encontro de nossos irmãos que mais precisam. Temos que acolher esses desafios, temos que nos manter robustos diante dessa realidade, iluminados por Deus e sendo instrumentos da vontade Dele”, disse.

O arcebispo de Vitória, Dom Dario agradeceu a presença de cada um e cada uma que estava presente. “Quero agradecer de coração a vocês que se colocam à disposição para o trabalho social de nossa igreja. Além de agradecer quero pedir que não se esqueçam das conquistas alcançadas nos últimos anos, não fiquem se lamentando por aquilo que não foi bom. Passamos por um período sério de pandemia, nossos trabalhos ficaram quase que paralisados por dois dois anos, mas sobrevivemos, e aqui estamos retomando com toda energia”, disse.

 

 

Doutrina Social

Dom Dario também dá uma dica: “O livro da Doutrina Social da igreja deve estar na cabeceira de nossas camas, nas mesas de nossos escritórios, temos que conhecer a Doutrina Social da Igreja, assim como temos que conhecer a Palavra de Deus e os outros documentos da igreja. Temos que compreender o que nossa Igreja nos orienta, temos que rezar, erguer as mãos para os céus e dobrar os joelhos sob o chão, temos que nos abastecer de Deus”, finalizou.

O palestrante da Assembleia foi o mestre em Ciência Política pela UNB e membro da Comissão Brasileira de Justiça e Paz da CNBB, Daniel Seidel. Ele fez uma análise de conjuntura trazendo elementos do contextos social, político, econômico, social, ambiental e eclesiástico. “As emergências socioambientais, a democracia sob ataque e as desigualdades sociais são os principais elementos que devem ser levados em consideração em nossas avaliações, principalmente quando traçarmos as novas ações para o próximo ano”, disse.

 

PRIORIDADES

As prioridades aprovadas pela Assembleia Anual e vão direcionar as ações de 2024 foram as seguintes:

1) IMPLEMENTAR UMA COMUNICAÇÃO MAIS EFETIVA PARA AS PASTORAIS SOCIAIS E MOVIMENTOS VINCULADOS AO VICARIATO/ BUSCAR MEIOS DE COMUNICAÇÃO ALTERNATIVO/VICARIATO NO ZAP

2) FORMAÇÃO DO LAICATO /DE NOVAS LIDERANÇAS/ FATELLI TUTTI/DSI

3) IMPLEMENTAR O FÓRUM DAS PASTORAIS NAS ÁREAS PASTORAIS VITÓRIA, VILA VELHA, BENEVENTE E SERRANA

4) PASTORAIS: RETOMAR O CARÁTER ORGANIZATIVO E TER COMO META A PASTORAL DE CONJUNTO

5) ENVOLVER OS MOVIMENTOS PRESENTES E IGREJAS IRMÃS PRESENTES NO TERRITÓRIO NOS TRABALHOS SOCIAIS NAS COMUNIDADES

6) FOMENTAR A ORGANIZAÇÃO DA PASTORAL DA MULHER

Todo o conteúdo da Assembleia, bem como a sistematização das ações serão elaboradas, posteriormente, pela coordenação do Vicariato para Ação Social, Política e Ecumênica, ainda no mês de novembro deste ano.

Compartilhe:

VÍDEOS

quarta-feira 19 junho
quinta-feira 20 junho
sexta-feira 21 junho
segunda-feira 24 junho
Nenhum evento encontrado!

Facebook