Visita do Núncio Apostólico

27 março, 2022

2° Dia

O 2° dia da curta visita do Núncio Apostólico, dom Giambttista Diquattro à Arquidiocese de Vitória começou com a presença dos bispos do Regional Leste 3 (o Regional é formado pelas 4 dioceses do Espírito Santo) no Centro Interdiocesano de Estudos. Ali se reuniram estudantes de teologia, alguns professores e os diretores geral e acadêmico para celebrar juntos. Durante a qual o  Núncio explicou como se dá o amadurecimento da fé a partir do trecho do Evangelho quando o centurião pede a Jesus a cura do filho. Dom Giambattista afirmou: “a fé é formada gradualmente”. O centurião tinha fé, mas pensava que Jesus só poderia curar seu filho se ele estivesse presente, então, disse o Núncio “ele tinha fé, acreditou na palavra de Jesus, mas não completamente. Quando voltou para casa quis certificar-se que a melhora não tinha sido acidental”. Ao perceber que a cura tinha sido exatamente na hora do pedido a Jesus o centurião amadureceu na fé.  O Núncio disse ainda que “Jesus está presente onde é convidado”.

Após a missa, o Núncio reuniu-se com diretores, professores e bispos para um café e visitou a sede do Regional Leste 3 e Escola Diaconal. Em seguido, sempre acompanhado pelos bispos do Regional dirigiu-se ao Convento da Penha onde encontrou a fraternidade franciscana e contemplou a vista privilegiada do Campinho.

 

1° Dia

O Núncio Apostólico, dom Giambattista Diquattro, após ser recebido no aeroporto de Vitória por dom Dario Campos, arcebispo e dom Andherson Franklin Lustoza, bispo auxiliar , hoje, 27 de março de 2022, foi aplaudido na Catedral de Vitória pelos fiéis que participavam da Celebração Eucarística das 18h. Esta é a primeira visita do Núncio que está em missão no Brasil desde 29 de agosto de 2020.

A presidência da missa foi precedida por um momento de oração conduzido por pe. Diego Azevedo, vigário paroquial, que rezou o terço nas intenções do Papa pela paz no mundo, principalmente na Rússia e Ucrânia e a consagração a Nossa Senhora feita pelo Núncio. A imagem de Nossa Senhora de Fátima foi levada até ao presbitério por membros da Associação Arautos do Evangelho enquanto um coral formado por crianças e adultos da mesma Associação entoavam o canto: A treze de maio.

Dom Dario dirigiu-se ao Núncio Apostólico em nome da Arquidiocese e também do Regional Leste 3 e disse: “vossa presença entre nós nos une e convida à participação em vista da missão. O senhor representa o Papa entre nós que, com sua voz profética, nos incentiva a ser Igreja em saída”. Após pedir que os fiéis acolhessem o representante do Papa com palmas, o Arcebispo lembrou  o ato de consagração a Nossa Senhora e pedido de paz e encerrou a a colhida dizendo: “que o vosso serviço de Núncio no Brasil seja sempre acompanhado pela intercessão da Mãe do Senhor”.

Durante a homilia dom Giambattista explicou a parábola do filho pródigo e disse que “na parábola está a regra de como Deus acolhe os pecadores e comparou as duas atitudes, a do filho mais novo que voltou arrependido por vontade própria e a do filho mais velho que ficou aborrecido com o retorno do mais novo”. Depois o Núncio fez uma comparação dizendo que “a fome do filho mais novo representa a fome de todo aquele que se afasta de Deus encontra, porque o homem não vive só de pão”. Dom Giambattista terminou a homilia dizendo: “A Virgem Maria nos ajude a encontrar a cada dia o caminho para seu Filho Jesus”.

Alguns padres concelebraram a Eucaristia e estiveram presentes os bispos de Cachoeiro de Itapemirim, Colatina e São Mateus, dom Luiz Lisboa, dom Lauro Versiani e dom Paulo Dal’Bó, o arcebispo emérito de Mariana, dom Geraldo Lyrio Rocha e o bispo emérito de Colatina, dom Décio Sossai.

 

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

segunda-feira 26 setembro
quinta-feira 29 setembro
sexta-feira 30 setembro
Nenhum evento encontrado!

Facebook