Vocação Diaconal Permanente: vocação da Igreja para o serviço aos irmãos

10 agosto, 2023

Neste mês de agosto a Santa Mãe Igreja nos convida a lançarmos os nossos olhares as diversas Vocações existentes e entre elas queremos trazer uma reflexão sobre a Vocação ao Diaconato Permanente.

Diakonia é a palavra grega que define a função dos diáconos. Esta palavra significa serviço e possui muita importância para a Igreja. Desta forma o Papa São João Paulo II se referiu aos Diáconos Permanentes, dizendo que: “Apresentam um rosto característico da Igreja, à qual tem prazer de estar próximo do povo e de sua realidade cotidiana para arraigar em sua vida o anúncio da mensagem de Cristo”.

O Ministério diaconal é uma Vocação! Vocação é um dom de Deus! É Deus quem chama e espera resposta. É uma vocação desafiadora! O Diácono Permanente sendo casado recebe a dupla sacramentalidade ou seja, é Esposo, Pai, Profissional e um Clérigo da Igreja.

Toda Vocação sempre é iniciativa de Deus, pois o evangelho de São João esclarece nos dizendo: “Não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi” (Jo15,16). Por isso o papel do diácono é fundamental sobretudo nas pastorais e movimentos da Igreja, sendo solícito as demandas do povo de Deus etc.

Santo Inácio de Antioquia, já no século I, dizia: “Sem o Bispo, os presbíteros e os diáconos, não se pode falar de Igreja”.

O diácono pode exercer todas as funções do presbítero, à exceção da Consagração, Confissão e Unção dos enfermos. Portanto, pode distribuir a comunhão, conceder bênçãos, conceder a bênção do Santíssimo, presidir casamentos, realizar batizados e exéquias, fazer homilias nas Missas e celebrações da Palavra, presidir celebrações da Palavra, presidir todos os sacramentais, etc..; sendo que nas Missas presididas pelo padre, bispo e até pelo Papa, é o Diácono quem proclama o Evangelho.

“O carisma do Diácono, sinal sacramental de “Cristo Servo”, tem uma grande eficácia para a realização missionária com vistas à libertação integral do homem”.  (Documento de Puebla, 697).

Sou Diácono Permanente desde de 04/11/2017, perto de completar 6 anos de ordenação e louvo a Deus por ter me chamado para esta vocação diaconal que a realizo Por Cristo, Com Cristo e Em Cristo, pois se não for assim não estaremos sendo dignos de exercício do ministério.

Deus abençoe a sua Vocação.

Diácono Fabricio Ramos Rodrigues, Paróquia São José em Maruípe.

 

 

Compartilhe:

VÍDEOS

quinta-feira 18 abril
terça-feira 23 abril
quinta-feira 25 abril
Nenhum evento encontrado!

Facebook