ARQUIDIOCESE NO COMBATE A DENGUE

28 fevereiro, 2024

Na manhã desta quarta-feira, o padre Ricardo Passamani, Assessor Eclesiástico para a Pastoral da Saúde na Arquidiocese de Vitória, divulgou uma carta circular, sobre a situação da dengue no Espirito Santo.

Crédito: Freepick – Cedido por Agência Transform.

Na carta, padre Ricardo, que também é médico, fala da importância do engajamento de toda a sociedade para a erradicação dos focos de proliferação do vetor, que é o mosquito Aedes Aegypti, e lembra que a dengue é uma doença predominantemente urbana e a transmissão acontece única e exclusivamente através do mosquito.

Em sua fala, o padre lembra que é essencial que, diante de qualquer sintoma, as pessoas busquem uma unidade de saúde, e, se confirmado o diagnostico, o indivíduo infectado pela dengue faça uma hidratação rigorosa e repouso absoluto: pois, a ausência dessas duas atitudes pode ter complicações, como, por exemplo, um mal estar ou um desmaio, e acabar causando mais transtornos.

A sugestão do Assessor é que as crianças das turmas de catequese também participem deste momento, sendo convidadas a atuar como agentes de saúde de combate a epidemia, fazendo disso até mesmo um gesto concreto da quaresma. “As crianças aderem muito mais as campanhas do que os adultos, por isso a importância de estimular as crianças na catequese, que elas tomem essa atitude como um de seus propósitos quaresmais”.

Carta – Dengue
Compartilhe:

VÍDEOS

quinta-feira 18 abril
terça-feira 23 abril
quinta-feira 25 abril
Nenhum evento encontrado!

Facebook