A ESPIRITUALIDADE CRISTÃ: O PILAR QUE NOS SUSTENTA

12 agosto, 2022

Esse é o último artigo da série sobre os desafios que nossos filhos terão que enfrentar para a próxima onda de desenvolvimento prevista: “a revolução de talentos”. Vimos que são quatro os pilares que sustentarão essa preparação: o pilar mental, o emocional, o social, e para completar a série hoje falaremos do pilar espiritual.

A Espiritualidade é o pilar mais importante de todos, não só para a educação dos nossos filhos, mas para nós pais e para nossa sustentação na difícil tarefa de educar filhos em um mundo tão desorganizado. Sem conhecer o sentido da nossa vida, nossa missão aqui na terra e o amor de Deus que está conosco todo tempo, fica muito difícil enfrentar esse nosso mundo.

A Espiritualidade não é uma experiência meramente contemplativa e nem prática teológica especulativa. A Espiritualidade Cristã é busca e encontro com Deus, através do Espírito Santo, pelos passos de Jesus. Ela se fundamenta nos ensinamentos de Jesus e é reconhecida quando se expressa conforme Êle nos ensinou, no amor ao Deus Pai, no amor a si mesmo e ao outro, na solidariedade, na justiça, no perdão, na verdade e na paz…

Tornar-se um ser espiritual é sermos cada vez mais reconhecidos como discípulos de Jesus pela qualidade dos nossos relacionamentos com o próximo e com o mundo. Este é um importante critério para avaliar a autenticidade e intensidade de nossa espiritualidade. Nossas ações têm expressado o que Deus quer de nós?

COMO ALCANÇAR A ESPIRITUALIDADE CRISTÃ?

Três movimentos são essenciais: 1) Buscar o Conhecimento: conhecer mais a Deus e conhecer melhor a si mesmo, 2) Oração e 3) Ação.

  1. BUSCAR O CONHECIMENTO:

  1. Conhecer mais a Deus: Não se ama aquilo que não se conhece. Só podemos amar realmente a Deus quando conhecermos quem ele é de verdade, e quais são os seus mandamentos. Para educar seus filhos na espiritualidade vocês pais terão que desenvolvê-las em vocês. Não se dá o que não se tem. Para começar essa caminhada vocês podem ler a Bíblia em grupos de estudo na paróquia por exemplo ou fazerem cursos bíblicos. Podem ler livros escritos pelos santos. Podem pedir ao seu pároco indicação de outros livros, mas não precisam virar especialistas. Deus é, e até o fim dos tempos será, um mistério para nós: Eu mesmo, irmãos, quando estive entre vocês, não fui com discurso eloquente nem com muita sabedoria para lhes proclamar o mistério de Deus. (1 Cor 2,1-5). Mesmo não entendendo certas passagens humildemente reconheço minhas limitações e peço ajuda ao Espírito Santo para me iluminar.

  2. Conhecer melhor a si mesmo: Não no sentido psicológico, mas no espiritual. Preciso me olhar honestamente, como dizem “de forma nua e crua”. Preciso perceber as inconsistências entre a autoimagem que gero em meu cérebro e a verdade gerada por minha alma. Separar as imagens criadas e projetadas para então desconstruir piedosamente essa imagem social, do meu Eu externo e tomar profundo contato com quem realmente somos, no nosso espelho íntimo, a verdade da alma, reconhecendo nossas misérias. Pelos olhos da alma sei que não engano a Deus, assim ao olhar-se de frente, não arranje desculpas para suas fraquezas. Peça que o Espírito Santo lhe ajude se preciso. Quando me reconheço um nada perto de Deus me reconforta saber que ele me ama mesmo assim e então tenho coragem de mudar. Conhecendo Deus, o reconhecerei como o poderoso criador de tudo. Tudo quer dizer tudo. Aí vou entender a minha pequenez e compreender que não são por minhas habilidades que consigo realizações, mas pela graça de Deus. Por um “presente” de Deus. Quando eu chego neste ponto estou alcançando a espiritualidade cristã e começo a entender qual é o plano de Deus para minha vida. Me reconheço um pecador e sei do desejo de Deus que eu seja santo: Vocês serão santos para mim, porque eu, o Senhor, sou santo, e os separei dentre os povos para serem meus.” (Lv 20,26). Ser santo não é se isolar de tudo e todos, sem ter contato com ninguém para se manter puro. É estar no mundo e me manter fiel, evangelizando por minhas ações e por meu olhar misericordioso.

  1. ORAÇÃO:

Com os movimentos acima minha oração consegue ser feita de forma humilde. Sei que eu nada sei, nada posso a não ser pela benevolência de Deus. Entrego meus problemas em suas mãos e peço que o Espírito Santo me guie em TODAS as minhas decisões. O Espírito sonda todas as coisas, até mesmo as coisas mais profundas de Deus. (1 Cor 2, 10). Louve a Deus sempre e mostre que você reconhece que o mérito é do Senhor seu Deus, e não seu. Agradeça-o sempre: pelos êxitos ou fracassos porque você já entendeu que os caminhos de Deus sempre serão para seu bem.

  1. AÇÃO: Ajam sabendo que suas ações serão sempre e a cada minuto seus testemunhos e que assim serão reconhecidos. “De que aproveitará, irmãos, a alguém dizer que tem fé, se não tiver obras? [..]17.Assim também a fé: se não tiver obras, é morta em si mesma. 18.Mas alguém dirá: “Tu tens fé, e eu tenho obras”. Mostra-me a tua fé sem obras e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.” (Tiago 2, 14, 17-18)

E para finalizar:

COMO TRANSMITO ESSE PILAR DA ESPIRITUALIDADE CRISTÃ PARA MEUS FILHOS?

A principal forma de transmissão da espiritualidade é o exemplo. Através das nossas ações concretas, guiadas pelos ensinamentos de Jesus e pelo nosso amor a nossa espiritualidade cristã será entendida. Pelo diálogo amoroso seremos capazes de transmitir o amor de Deus e eles poderão aprender vivencialmente a espiritualidade cristã. Aprenderão amar a Deus e ao próximo.

Ser um bom cristão é também amar a si mesmo. Assim temos que dar autoconfiança para nossos filhos e isso significa para nós pais, dar amor e carinho para eles independente de seus sucessos ou fracassos. Você, assim como Deus, os ama independente deles terem recebido, ou não, a graça de Deus. Se tiverem um fracasso vocês poderão ajudá-los a superar a dor ensinando a eles que um dia eles compreenderão por que Deus não deu aquela graça, naquele momento. Uma pessoa espiritual permite que sua vida seja cem por cento conduzida pelo Espírito Santo, assim peça a ajuda ao Espírito Santo para orientar seus filhos e suas ações. Sem essa força de Deus nada somos e nada podemos. Converse com Jesus!

Leia também:

CRIAR FILHOS EM UMA SOCIEDADE DESORGANIZADA.

O PILAR SOCIAL NA SOCIEDADE DESORGANIZADA

Educando filhos em tempos difíceis

 

Vania Reis

[email protected]

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

VÍDEOS

segunda-feira 3 outubro
quarta-feira 5 outubro
sábado 8 outubro
domingo 9 outubro
Nenhum evento encontrado!

Facebook